1 de novembro de 2012

PENINA SABIA CONQUISTAR BENÇÃOS, ANA NÃO.

Talvez você tenha ouvido uma, duas e talvez até inúmeras pregações sobre como Ana conquistou sua benção e como Samuel nasceu, deve ter ouvido que Ana acertou e Penina errou, mas na verdade as duas tiveram acertos e erros.
Vejamos o texto bíblico:
"Houve um homem de Ramataim-Zofim, da montanha de Efraim, cujo nome era Elcana, filho de Jeroão, filho de Eliú, filho de Toú, filho de Zufe, efrateu.
E este tinha duas mulheres: o nome de uma era Ana, e o da outra Penina. E Penina tinha filhos, porém Ana não os tinha.
Subia, pois, este homem, da sua cidade, de ano em ano, a adorar e a sacrificar ao SENHOR dos Exércitos em Siló; e estavam ali os sacerdotes do SENHOR, Hofni e Finéias, os dois filhos de Eli.
E sucedeu que no dia em que Elcana sacrificava, dava ele porções a Penina, sua mulher, e a todos os seus filhos, e a todas as suas filhas.
Porém a Ana dava uma parte excelente; porque amava a Ana, embora o SENHOR lhe tivesse cerrado a madre.
E a sua rival excessivamente a provocava, para a irritar; porque o SENHOR lhe tinha cerrado a madre.
E assim fazia ele de ano em ano. Sempre que Ana subia à casa do SENHOR, a outra a irritava; por isso chorava, e não comia.
Então Elcana, seu marido, lhe disse: Ana, por que choras? E por que não comes? E por que está mal o teu coração? Não te sou eu melhor do que dez filhos?
Então Ana se levantou, depois que comeram e beberam em Siló; e Eli, sacerdote, estava assentado numa cadeira, junto a um pilar do templo do SENHOR.
Ela, pois, com amargura de alma, orou ao SENHOR, e chorou abundantemente.
E fez um voto, dizendo: SENHOR dos Exércitos! Se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva não te esqueceres, mas à tua serva deres um filho homem, ao SENHOR o darei todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha." (1º Samuel 1:1 ao 11)

Elcana casou-se com Ana, e o costume da cultura e época dizia que se a esposa não gera-se filho(a), o marido podia ter uma segunda esposa para que esta lhe desse continuidade a família. Claro se este homem tivesse condições de sustentar as duas esposas, então Elcana casou-se com Penina. 
Mas Deus tinha feito uma promessa ao seu povo dizendo que entre outras coisas, não haveria mulher estéril, todas seriam férteis. 
"E servireis ao Senhor vosso Deus, e ele abençoará o vosso pão e a vossa água; e eu tirarei do meio de vós as enfermidades.
Não haverá mulher que aborte, nem estéril na tua terra; o número dos teus dias cumprirei." 
(Êxodo 23:25 e 26)

Mas então por que Ana estava estéril? Eu entendo que a resposta estava nas próprias atitudes de Ana, pois Deus poderia lhe abrir a madre, porém vejo que Ana não servia ao Senhor como deveria, pois o texto bíblico que lemos acima, nos mostra isso, já que ela, Elcana, Penina e os filhos de Penina iam 1 vez o ano a Siló adorar ao Senhor, onde Elcana oferecia um sacrifício, este era chamado de oferta pacífica, que expressava a gratidão e desejo de comunhão com Deus, era uma oferta voluntária. O ofertante levava a sua oferta, no caso um animal, tinha que ser um boi, ou bezerro ou cabra, que depois de oferecido ao Senhor e sacrificado, era preparado para que o ofertante levasse-o de volta a sua família que se juntos comessem do sacrifício, assim a adoração estaria completa, pois sem comer, o sacrifício/adoração da pessoas que não comesse não era aceito. Podemos ver isso em Levítico 3 e Levítico 7: 11 ao 18.
Assim Ana ficava sem comer por estar triste, já que na época a mulher era valorizada perante a sociedade quando gerava filhos, ela então não comia, e com este ato ela estava dizendo que não queria adorar ao Senhor naquela oferta que representava o desejo de comunhão com Ele, sendo que não dar pra servir a Deus sem ter comunhão com Ele. 
Ana era mais amada por Elcana do que Penina, por isso Elcana dava uma porção maior a ela, mas mesmo assim ela não queria.Vemos no texto que Ana olhava muito para seu desejo de ser mãe, e focava muito nisso, sendo esse o principal desejo de seu coração, não havia espaço nem para adorar a Deus. O foco dela em ter filho já estava demasiadamente grande, a pronto de não só atrapalhar sua vida com Deus, mas já estava deixando seu marido incomodado com situação psicológica e de postura de Ana, isso já devia está até trazendo malefícios ao seu casamento.
No Antigo Testamento vamos que o que você fazia para Deus voltava como bênçãos a ti, não como barganha, mas como dedicação. Entendo que Penina acertava exatamente nesse ponto e por isso ela foi abençoada em gerar filhos.
O erro de Penina era provocar Ana, não devemos nos achar melhor porque temos bençãos ou dons espirituais. 
Mas Ana ela se abateu pelas provocações de Penina, e Elcana vem a Ana e lhe pergunta se ele não lhe era melhor do que 10 filhos. Juntando essa fala com o texto de 1º Samuel 2: 5 onde Ana canta exaltando a Deus depois de ter tido filhos, ela diz que a estéril, no caso ela mesmo, teve 7 filhos e que a tinha muitos, perdeu o vigorno caso sendo esta a Penina. Juntando isso nos parece uma indicativa de que Penina tinha mais do que 7 filhos, provavelmente 10. Penina levou no mínimo 10 anos para ter 10 filhos, e o texto nos diz que de ano e ano, toda a família ia adorar a Deus, então a pelo menos 10 anos Ana toda vez que lá ia, não comia, ou seja, não adorava, só chorava e se lamentava por está estéril. 
Provavelmente então Ana olha pro lado e vê que Penina tinha seus filhos e repara que ela sempre participava da adoração a Deus e vai fazer o mesmo que a rival fazia, que era focar na adoração ao Senhor. 
Então sem ninguém falar nada com ela, sem ninguém a instigá-la, ela foi até o templo em um horário que ele já estava vazio e foi fazer algo diferente que sempre fazia, antes ela só chorava, agora ela foi acrescentar ao seu choro as suas orações. Lá ela orou a Deus, clamou, chorou e ali fez um voto (oração e votos, também são modos de adorar) com Deus e prometeu que se Deus lhe desse um filho homem, ela daria ele a Deus para que o menino trabalhasse na obra de Deus e o consagraria ao voto de nazireu, e ele nunca cortaria o cabelo. Assim Deus aceitou a adoração dela em forma de voto e lhe concedeu Samuel.
O que gerou o milagre de Ana foi sua mudança, antes só chorava. Só chorar não vai mudar nossa situação, temos que orar e adorar a Deus.
Quando ela fez isso, o sacerdote Eli ao vê-la orando, achou que ela estava bêbada, mas ao escutar sua história, profetizou que Deus realizaria o desejo dela, então ela foi para onde estava hospedada e comeu do sacrifício, ou seja, adorou do modo que deviria ter feito antes, repare que houve uma transformação.
Depois disso foram para casa, ela e seu marido coabitaram, ou seja, fizeram a parte deles, então Deus concebeu um filho, o menino Samuel, cumprindo a promessa lá de Êxodo 23: 25 e 26. 

Depois ela cumpriu o voto a Deus e lhe deu Samuel a servir ao Senhor no templo.

A conclusão  é que muitas das vezes somos como Ana e não temos como principal foco a adoração a Deus e por isso deixamos de dar frutos. Não devemos olhar somente para o que queremos que Deus faça por nós, mas sim olhar para quem Ele é e adorarmos por isso e por tudo que tem feito por nós, a começar pelo sacrifício salvífico de Cristo. 
Ana antes queria o filho só para seu desejo, mas quando ela quis que o desejo dela gera-se glória ao nome de Deus, ai ela recebeu a bênção. Nossas pedições não podem ser só para nosso deleite, tem que dar glória ao Senhor.
Ana depois vendo o sucesso de sua rival, decidiu fazer como ela, e adorou de coração aberto a Deus, sendo este seu principal foco, por isso ela teve o seu milagre. 
Temos que ter a consciência que Deus não é obrigado a nos abençoar, mas Ele gosta muito de dar bençãos a quem é fiel a Ele, este é o segredo, não o procurar por interesse, e sim, termos o foco em ser adorador fiel a Deus e consequentemente as bençãos virão.  

Escrito por Luis Roldan. 

158 comentários:

  1. Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. viajou na maionese

      Excluir
    3. vai orar irmao penina era uma atribulada e pertubadora como vc pode falar isso

      Excluir
    4. José roberto, você leu o texto? sabe interpretar? reparou que o foco do texto não é a conduta e sim a adoração?
      estude sobre sacrifício, ler levítico.

      Excluir
    5. Meu querido com todo respeito discordo do irmão ,pois em momento algum a palavra diz que Penina era adoradora , e sim aproveitava esta viagem para irritar e envergonhar Ana , e essa como eu e acredito você ,quando angustiado, perdemos muitas vezes a fome , e nos derramamos aos pés do Senhor buscando o sobrenatural de Deus

      Excluir
    6. Meu querido com todo respeito discordo do irmão ,pois em momento algum a palavra diz que Penina era adoradora , e sim aproveitava esta viagem para irritar e envergonhar Ana , e essa como eu e acredito você ,quando angustiado, perdemos muitas vezes a fome , e nos derramamos aos pés do Senhor buscando o sobrenatural de Deus

      Excluir
    7. Concordo com o pastor Rogério

      Excluir
    8. Concordo com o pastor Rogério

      Excluir
  2. Respostas
    1. eu leio, apenas analiso além do que todo mundo prega, é só ver antes de Ana ir orar a Deus, ela só focava no filho que queria ter...ou seja, ela focava no seu desejo, quando o principal é ir buscar e adorar a Deus. quando ela O buscou,ai sim seu desejo foi realizado. "Buscai em primeiro o reino de Deus e a sua justiça e as demais coisas lhe serão acrescentadas.
      Lembra???

      Excluir
    2. Tu devia se envergonhar de postar uma coisa dessa camarada!

      Excluir
    3. Muito achismos, a bíblia não diz o número de filhos, a bíblia não diz que Ana costumava fazer isso todos os anos, a bíblia não diz que Penina era uma adoradora, e se você não sabe, era costume do povo jejuar por a alma está amargurada.
      Ela estava certa em focar em ser mãe, porque uma mulher tinha que gerar na época, era o propósito pelo qual ela foi entregue ao marido, gerar filhos para dar continuidade da linhagem, porém tem coisas boas nessa postagem

      Excluir
    4. Achismo? Sério que você ignorou as passagens bíblicas citadas e diz que eu falei de achismos?
      A Bíblia diz que de ano em ano aquilo acontecia, só ver os versículos 3 e 7 de 1° Samuel 1.
      Levítico nas passagens que citei mostra que a adoração era completa quando se comia do sacrifício, Penina comia e Ana não.
      Ana passou por uma mudança se mente para poder viver o milagre.

      Excluir
    5. A PÁZ,IRMÃO LUÍZ! AGRADEÇO A DEUS POR SUA VIDA,QUERIDO,NÃO PERCA SEU TEMPO COM ESTES QUE ,JÁ SE ACOSTUMARAM,COM A PALAVRA ENSINADA ERRADA! A PALAVRA É VIVA,EU AMO ESTUDAR A PALAVRA,POIS ELA É FIÉL,E SE RENOVA A CADA MANHÃ! O PRÓPRIO DEUS DIZ,QUE O SEU POVO PERECE POR FALTA DE CONHECIMENTO! E O QUE O IRMÃO TEM FEITO,SERÁ HONRADO POR ELE! CONTINUE POR FAVOR,NÃO SE DEIXE ABATER,PELA IGNORANCIA DE ALGUNS,QUE NEM ENTRAM E NEM DEIXAM AS PESSOAS ENTRAREM,PELAS PORTAS DA SABEDORIA,QUE VEM DE DEUS E DE GRAÇA! QUE DEUS CONTINUE TE USANDO,TE DANDO ENTENDIMENTO,PARA QUE POSSA NOS AJUDAR,AQUI DESTE LADO TEM UMA PESSOAS QUE TEM FOME DO SABER,ENTENDER AS ESCRITURAS AMADO IRMÃO!ESTES QUE TE CRITICAM,DÃO CLARA E EXPLICITAS,CARACTERÍSTICAS DE MORTE ESPIRITUAL,MORTO NÃO ENTENDE AS COISAS DOESPIRITO E NADA QUE VOCE POSSA FALAR OS CONVENCERÁ!CONTINUE SEMPRE REPARTINDO COM OS FAMINTOS O PÃO DO CÉU! ABRAÇO AMADO IRMÃO EM CRISTO!

      Excluir
    6. É isso mesmo Rose, gostei do seu comentário.

      Excluir
  3. Meu Deus é cada uma pensei que ja tinha visto tudo, nada a ver o que vc escreveu

    ResponderExcluir
  4. a biblia não diz as demais coisa a biblia diz todas esta coisa....leia o contexto e veras quais são estas coisas....mateus 6 :33

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. José Marcelo, sobre se está escrito as demais coisas ou todas as coisas, depende da versão da tradução, mas dá no mesmo, o sentido é o mesmo.
      mas assim como diz mateus 6:33, somente depois que Ana foi buscar a Deus de verdade, que ela recebeu a benção. concorda?

      Excluir
    2. A falta de conhecimento traz um agrave de problemas. Se você e analista e leitor bíblico deveria ter analisado o texto e contexto de Mateus 6.33 . Não e questão de tradução diferente , te faltou a coerência textual . O texto diz todas estas coisas , deixando uma duvida para nos os leitores : que coisas são essas ? O próprio capitulo diz iniciando do versículo 25 . Texto sem contexto e perigoso .

      Excluir
    3. Uma pessoa infeliz e má amada , quer descontar sua infelicidade em outras pessoas . esse era o caso de Penina tinha tudo menos o amor de seu marido , Ana tinha o Amor de seu marido , riquezas mais faltava o que ela queria um filho . Salmos 127.3 diz que Os filhos são herança do senhor , que ele mesmo dá. Herança significa bens repassados, passar a bênção a quem tem direito . Porém em Provérbios 22.10 diz que A bênção do senhor enriquece , mas não traz dores. Pode uma mulher ser feliz sem o amor de seu esposo ? Isso acaso não são dores matrimonial? Como pode ser bênção se ela e infeliz ? . Em comparação Lia estava na mesma situação que Penina , observamos isso na declaração dela ao dá a luz pela terceira vez : Finalmente meu esposo se apegará a mim (Gênesis 29.34) A bênção da gravidez sem o amor de quem gerou o filho e acompanhada de dores e traumas pra o resto da vida .Bênção acompanhada de consequências negativas não são bênçãos. Portanto a Aplicação equivocada sobre o suposto "erro" de Ana, não e condizente com a narração do acontecido . Pois se fomos acreditar na sua SUPOSIÇÃO devemos afirmar que Ana só passa a adorar a Deus por interesse , por isso recebeu filhos . O desespero de Ana era de ser festiu , Gerar Frutos não mostra sua capacidade gestacional como fazia Penina . Cuidado com a livre interpretação !

      Excluir
    4. irmão, já que você e alguns estão com dificuldade de compreender o foco,já estou me programando pra melhorar o texto, deixar bem mais explicado. você ta analisando a felicidade, to analisando o a bênção de gerar filho, mais o fato sócio-cultural da época e do povo de israel, o que tinha um grande peso psicológico sobre elas, inclusive sobre ana.
      vou embasar que ana passou anos sem adorar a Deus. pois o unico foco dela era a bênção que a mesma desejava, quando ela colocou a adoração em primeiro lugar, ai sim Deus a abençoou.

      Excluir
    5. Compreendi abençoado vejo base bíblica mais deicha falarem gostei.

      Excluir
    6. concordo com o seu comentário tem a ver sim com o que o senhor esta comentado

      Excluir
    7. Paz Luis Roldan,Li o seu texto e aprovo,tive observando as críticas e os erros de escrita deles, isso sim, não se consegue entender, o Sr teve a intenção de abençoa, os outros de critical.

      Excluir
    8. Escreví no celular e ele mudar a escrita quando envia, no final é, criticar. Ok

      Excluir
    9. gosto bastante de estudos bíblicos e este esta bem explicado Deus te abençoe. vamos parar de criticar e fazermos algo para divulgarmos o reino de Deus.

      Excluir
    10. agradeço ao irmão que gostou

      Excluir
    11. Luis Roldan Parabéns pelo texto maravilhoso, pena que ainda existem pessoas cegas espiritualmente ,sua análise foi penfeita, enquanto estamos focados apenas na bênçãos e no problema esquecemos que a solução vem do alto e da verdadeira adoração. Graça e paz que Jesus continue te abençoando pra levar entendimento aos cegos.

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. A paz de Cristo pastor !
    Concordo com o seu ponto de vista, confesso que nunca olhei a coisa por esse lado mas percebo que você está certo. Por esse lado eu comparo Ana a Raquel (mulher de Jacó), sua irmã tinha filhos e ela não, mas ela adorava a deuses estranhos e Léia não, tanto que conhecemos ela com a seguinte frase "dai-me filhos senão morro..." pois somente depois que ela largou seus deuses estranhos e foi adorar ao Deus de Jacó seu marido, aí que Deus abriu sua madre, e do mesmo jeito ela morreu sem poder criar os filhos. E com Ana foi a mesma coisa, se preocupava muito mais em ter sua benção do que em adorar a Deus e deixar ele cuidar do resto ! Infelizmente muitos de nós hoje estamos assim, lamentável. . mas fique na paz !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caimara Rodrigues, muito bem analisado. obrigado pelas palavras e principalmente por ter analisado o que eu escrevi e meu ponto de vista, muitos não o fazem, vivem olhando somente uma das vertentes do texto, se acostumaram a serem esponja só daquilo do que ouvem. concordo que Ana demonstrou fé e tem lá seu lado bom a ser seguido, mas também vim trazer o erro dela, afinal, todos nós temos erros, temos que está em constante melhora como pessoas e como cristãos.

      Excluir
    2. Paz do senhor irmão li a postagem do senhor gostei de algumas coisas não posso dizer que gostei de tudo no meu ponto de vista,como o ponto de vista do irmão Ana estava focada só em receber a benção de Deus só que estava ali só em prantos não se alimentava e tal, a partir do momento que ela foi falar com o dono dá benção e se propôs a oferecer seu primogênito em oferta a Deus ela alcançou sua benção ou seja não a benção sem luta na caso que dela seria Penina.O que estou querendo dizer as vezes a benção já está na nossa mão como o irmão disse usando a palavra bíblica,nao vemos a benção pq ao invés de adorar a Deus oferecer o nosso melhor nos prendemos a angústia e não ofertamos o nosso melhor a Deus no caso de Ana que seria a sua vontade de dar filhos ao seu esposo a partir do momento em que ela decidiu oferta o melhor a Deus suas preces foram ouvida. Mas vou orar a Deus para me esclarecer melhor o seu ponto de vista ninguém melhor para explicar se não o próprio Deus

      Excluir
  7. Pastor, melhore sua exegese e trabalhe apenas com o que o texto relata. Sem conjecturas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. irmão ou imã, já q não se identificou. sobre conjecturas, todo pregador as vás, elas são válidas desde que não contrarie o texto, e não o contrariei, pois pode reparar em 1º Samuel 1:7 que quando penina e ana subiam a casa do Senhor para adorar, ana chorava e não comia. ela não chorava em adoração, ela chorava por tristeza,, coisa diferente de adorar. Ela só começa a adorar nos versículos 10 e 11, onde ela ora e faz um voto com Deus. Repare o texto além do que se está acostumado a se ouvi antes de criticar a minha exegese bíblica. único lugar que bênção vem antes de oração é no dicionário.

      Excluir
  8. O gloria amado irmão por sua visão diferênciada sobre o texto biblico...ja q muitas pessoas só conseguem ver o q pode tocar fisicamente, e só falam o q um dia ouviram os outros falarem...Mas a biblia é um livro espiritual e é preciso estar no espirito p conseguir esta revelação a luz da biblia, E eu também vejo q a amarguara e sofrimento na alna de Ana era muito mais não pelo fato de não ter filho. E sim pelas afrontas e. piadinhas da outra mulher de seu esposo que à fez pedir em plantos e fazer um voto ousado a Deus, tanto q o filho nem ficou p ela. E é assim q o inimigo de nossas almas faz, procura infeliznente até dentro de nossos lares ou igreja usar os q possuem dons, bens materiais, o se achanm muito sabios p querer abater nos na FÉ...Que. Deus nos abençoe.

    ResponderExcluir
  9. Meu querido pastor desculpe se descordo do senhor, mais no meu ponto de vista Ana não estava entendendo o proposito de Deus.
    E claro que penina estava com vantagem, mais isso não explica que ela sabia buscar, e Ana não, pois em nem um momento da biblia eu vi que os filho de Penina foram sacerdote, profeta ou levitas, pois se realmente penina soubece buscar pelo menos um tinha escrevido historia.
    Ana chorou emplorou mais quando veio a benção foi tão satisfatoria que valeu apena cada lagrima que rolou

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. meu amado irmão ou irmã...sobre os filhos de penina serem ou não sacerdotes ou profetas isso não tem nada haver com a bênção de ser mãe. era esta benção que ambas buscavam, pois mulher que não tinha filhos era considerada pela sociedade como amaldiçoada. samuel virou profeta por que ana fez voto ao Senhor e Ele aceitou.
      entendi o que quis dizer, mas a vida espiritual dos filhos de ana e penina não eram o foco, o foco, ou seja, o milagre era elas terem filhos, isso q ana buscava e pra conseguir ela fez um voto ao Senhor.
      o que quis focar no texto é que penina ia lá e adorava, porém ana durante muito tempo só sabia chorar, mas quando ela passou a não só chorar, mas também adorar a Deus, ai ela recebeu seu milagre.

      Excluir
  10. Esta muito boa sua tese ... pois ja preguei usando essa mesma visao o mal das pessoas e que estao tao acostumado ao arroz e feijao que perdem seu foco... nao criam so copiam mais em fim ignoremos esses tais... eles ate hoje creem que Davi e um homem segundo o coraçao de Deus e esquece que depois do pecado Deus permitiu a familia do cara demolir e ainda morreu querendo beber agua... Que jose o sonhador so sabia sonhar acordava tarde era preguiçoso filhinho de papai por isso irritaram os irmaos deles.... esse povo quer ouvir conto de fadas nao palavra... Parabens!

    ResponderExcluir
  11. Otima minitração as pessoas procuram Deus para resolver seus problemas e a adoração ao Senhor onde fica? abraços

    ResponderExcluir
  12. Eu aconselho a retirar sua mensagem. É falsa, por favor, por amor a Cristo, remova.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. retirar o que? o texto? o que que há de falso ai?

      Excluir
    2. bom meu irmao respeito sua tese mas ana nasceu esterio penina nao Deus avia serrado a madre de ana mas ate entao ela nao tinha essa visao pra ela ela era realmente uma mulher amaldiçoada ,agente pregar e facil dificil e viver suponha que vc tivesse um filho em estado grave hospitalizado vc nao iria saber se era ou nao pra gloria de Deus passar por isso mas tenho certeza que no periodo de angustia vc buscaria a Deus pela cura de seu filho..respeito seu ponto de vista sabe porque porque ana chorava buscava no templo suas respostas ja penina zonbava de ana humilhava ana e pra buscarmos a Deus temos que ter um coraçao aquebrantado nao zombador orgulhoso o fato e que os dois filhos de penina ficaram no anonimato ja o filho de ana se tornou profeta juiz um grande homem que ungiu davi ....descupe mas acho que se equivocou em dizer que ana nao adorava a Deus por amor a ele

      Excluir
    3. irmão, vamos jogar limpo...você não respeita minha tesse como disse a cima, pois anteriormente a chamou de falsa.
      além do mais, a bíblia não diz quantos filhos penina tinha, porém elcana pergunta a ana se ele não era melhor a ela do que dez filhos. o que nos dar a entender que pode ser que penina tinha 10 filhos.
      o triangulo da história, elcana, penina e ana subiam ao templo todo ano, ou seja, várias vezes na vida. então pode ser sim que penina tinha 10 filhos.
      a bíblia diz que quando ana subia ao templo, ela chorava e não comia. mas este não era um simples ato de comer, mas comer a porção de algo que era oferecido ao Senhor, era um modo de adorar. então ana não adorava, só chorava. ana deixava de adorar devido a sua tristeza e frustração. mas quando ela para de apenas chorar, mas acrescenta adoração e oração, ai sim ela recebe.
      o fato dos filhos de penina não terem história na bíblia, não quer dizer nada, muitos personagens não tem seu nome citado. claro que samuel foi importantíssimo pra Deus e Sua obra, o que também foi fruto do voto de ana.
      sobre eu passar por situações ficar angustiado, claro que ficaria, como fico nas minhas lutas, pois assim como ana, assim como você, eu também tenho lutas e angustia....mas não paro de adorar a Deus....esse é o foco do texto.

      Excluir
    4. Excelente Pastor,
      Meu nome é Vanussia
      Entendi seu ponto de vista e concordo com ela,acredito que a zombaria de Penina aumentava a angustia de nao ser mae, e enquanto o objetivo de Ana era ter filhos para mostrar pra sociedade e para Penina que era capaz de gerar e para satisfazer seu sonho de ser mae,Deus nao concedia o desejo do seu coração, o texto vai dizer que quando Ana sai do templo depois que fez o voto qie "Deus se lembrou de Ana" nao que ela estava esquecida,mas quando ela entende o verdadeiro sentido da adoração, que o primeiro lugar está adoração a Deus,Deus se atenta a sua adoraçao .bom texto, que Deus continue abençoando seu ministério

      Excluir
  13. Caro irmão, A paz do Senhor! meu nome é Carlos Eduardo.
    Desculpa mas você esta totalmente equivocado quanto à questão de que Penina era bem sucedida e Ana não, pelo fato da adoração.
    Segundo seu entendimento, Penina conquistou o que queria pelo fato de adorar a Deus e não ficar se lamentando como fez Ana. Primeiro ponto a se observar, quando tudo esta bem contigo é muito fácil adorar como no caso de Penina, mas e se ela também fosse estéril? Segundo, como saber se Penina realmente adorava ou não, e Ana?
    O fato de Penina "comer" daquilo que foi oferecido ao Senhor, não significa que ela realmente adorava, porque o fato principal é a oferenda a Deus, ou seja, honrar ao Senhor com nossas primícias. Ana estava angustiada e como não comia e bebia "provavelmente" (conforme você citou no caso de Penina) estava em depressão (pelo fato da maldição/estéril), e se ela não queria adorar porque então subiria com Elcana? Ana gostaria de adorar sim, porém, como relata no texto bíblico, sempre que iriam subir, Penina zombava de Ana, e dando ela ouvido às zombarias, se abatia e chorava. O fato de Ana ser estéril não significa que não era bem sucedida ou que não sabia adorar, isso era apenas o trabalhar de Deus, outro exemplo disso foi na vida de Isabel esposa de Zacarias. Isabel era estéril, quer dizer que ela não adorava a Deus corretamente, difícil já que seu esposo era sacerdote, a bíblia não revela que ela ficava apenas se lamentando e que quando resolveu adorar, chorar e orar Deus aceitou e lhe deu um filho. Pelo contrário, no momento certo, ou seja, no tempo de Deus, ELE enviou o anjo ao encontro de Zacarias e entregou a profecia sobre seu filho João.
    Sua conclusão de que devemos buscar a Deus independente da situação esta correta, mas trazer esta conclusão com base na historia de Penina e não de Ana esta equivocada, por favor, reflita sobre isso.
    A Paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou certo amigo, engraçado que o seu comentario o pregador teologo ai nao vem responder nada neh??
      Por que sera?

      Excluir
  14. Como pode uma pessoa adorar a Deus e aborrecer seu irmão ???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. adorar é diferente de proceder correto...era uma adoração, mesmo que não completa, já que o bom testemunho faz parte da adoração

      Excluir
    2. ah entendi, posso adorar de qualquer jeito e ainda assim vou ter sucesso...
      Ah vah!! Como pode vc colocar umas coisas sem sentido assim, que Deus te perdoe...

      Excluir
    3. você nem merecia a resposta só pelo seu "ah vah"...
      mas a questão é sobre adoração e se é de qualquer jeito, todos nós fomos feitos para adorar a Deus, claro que de livre escolha de adorar ou não...
      ana só adorou no final...elcana diz: não te sou melhor do que 10 filhos? e que nos dar a conjectura de penina ter 10 filhos. então ana demorou 10 anos a ir clamar e votar ao Senhor

      Excluir
    4. meu ah vah, foi de indgnação pela palavra distorcida que fizestes.
      Nada ver sua tese, para com isso, o que aconteceu com Ana foi projeto de Deus não tem nada ve com q se ela adorava ou não. e como disse o rapaz logo acima e que voce nao responde, Isabel tbm era estéril, esposa de sacerdote, sera que no caso dela fosse diferente? não bastava só adorar...??? acho que voce precisa fazer uma reciclagem de sua teologia..

      Excluir
    5. caso de isabel é de isabel, de ana é de ana...cada caso é um caso. eu preciso fazer uma reciclagem ou vocês que estão tão acostumados a serem esponjas de tudo que se acostuma pregar?
      eu nem vou responder o rapaz porque é outro que só enxerga o que se acostumou a ouvir, to evitando estresse, já basta os não crentes me xingando por falar umas verdades (não que ele esteja me xingando), mas to evitando certo debates, preciso polpar minha mente também, tenho muita coisa pra esquentar a cabeça. ele mal reparou no texto bíblico que elcana fez a comparação com 10 filhos, ana não estava mal somente nesse momento, ela ja tava muito tempo só focada no seu desejo.
      aqui encerro.

      Excluir
    6. meu irmão, eu aprendi que devemos sim fazer algumas comparações, ver seu contexto, para que não se tornem pretextos para se pregar o que eu quero, ou o que o povo precisa em certo momento.
      o interessante de voce é que aqueles que debatem com a palavra voce não responde e os que te insultam voce responde.
      Como eu não sou um grande sábio, nem Pastor, fui procurar com quem tem conhecimento, Pastor, Professor de Teologia e ambos chegaram a mesma conclusão de que voce esta totalmente equivocado, então reveja o que voce pregou.
      Esponja eu seria se aceitar o que voce prega em ao menos refletir, criticar e determinar.
      Algo que aprendi tambem é que toda discussão sobre o evangelho sendo sadia é válida para o nosso conhecimento, pois nos fazem buscar cada vez mais para debater-mos.

      Excluir
    7. irmão, sua comparação entre ana e isabel não se encaixam, eram personalidades e atitudes diferentes. a comparação de textos deve ser feita caso encaixem, porém nesses 2 casos não se encaixam.
      ana demorou anos para ir clamar e votar ao senhor.
      agora sobre não ter respondido, as vezes prefiro me separar de certos debates, pois já participo de muitos. só respondi o rapaz que me insultou, pois vivemos num período em que muitos que se dizem crentes não expressão isso com frutos e precisam de vez em quando serem confrontados nos seus insultos para com o próximo.
      o lance é que mexer na queridinha dos pregadores ta quase igual falar da adoração a maria pra católicos.
      ana votou e recebeu, sim! mas demorou anos.
      penina com seus erros ainda adorava, e recebeu por isso. pra questão de salvação, uma pessoa como penina talvez não seja salva (só Deus vai saber)
      agora ana no seu primeiro momento, era uma pessoa que só olhava pro seu desejo, trazia até malefícios pro seu casamento. só depois que ela resolve ir ao templo clamar e votar ao Senhor, lembrando que isso é adoração. ai sim ela recebeu a dadiva de engravidar.
      creio q ali foi um divisor de águas na vida dela, pois creio que dali por diante ela passou a ser mais fiel ao Senhor.
      pra terminar, lhe peço humildemente perdão de o chateei e as vezes não estou bem devido certos pesos sobre mim, mas peço que deixe seu nome e caso comente mais algum texto, vou procurar responder.
      abraço e fique na paz

      Excluir
  15. CASO PENINA TIVESSE DORADO, O QUE O TEXTO NÃO NÃO DIZ , FALTARIA O REQUISITO ORIENTADO POR JESUS PARA OS ADORADORES JO 4 :24 Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.
    SE PENINA ESTAVA ZOMBANDO DE ANA COMO ELA ESTARIA ADORANDO EM ESPIRITO E EM VERDADE?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. penina adorou porque se você ler levitico, comer do sacrificio era uma adoração. agora a história de ana, penina e elcana se passa no tempo do antigo testamento, a base tem que ser o AT.
      o que jesus fala em joão 4: 24 é no sentido de que aquela adoração ritualista do passado já não servia mais, era algo que deveria vir de dentro pra fora e não de fora pra dentro, o povo tinha se esfriado espiritualmente, tanto que Deus fica 400 anos em silêncio e já no ministério de Jesus, Ele repeti as palavras de isaías ao dizer que o povo honrava a Deus com lábios, mas não com o coração.
      mas o caso de penina e ana se passa séculos antes de Jesus, e penina estava em conformidade com os ritos descritos em Levítico.
      Jesus fala de adoração em prol de uma ligação maior com o pai.
      agora sobre o proceder de penina. lógico que era errado. não era uma adoração completa, pois seu procedimento não era correto.
      não to fazendo apologia do pecado, mas de ninguém é 100% correto. claro que a continuidade da prática errada de penina a fez perecer depois, o que é visto em 1º samuel 2.
      se a adoração de penina mesmo errado, não era capaz de ser aceita por Deus, porque ainda hoje vemos pessoas que erram sendo abençoadas? porque colem o que plantam, os acertos de penina gerou bênçãos e os seus erros gerou perdas como já citei.

      Excluir
    2. boa tarde irmao luis roldan. teria como me informar aonde em levitico fala de comer do sacrificio era uma adoração. obrigado

      Excluir
    3. boa noite fernando, como citei no texto, tá descrito em Levítico 3 e Levítico 7: 11 ao 18.
      as chamadas ofertas pacíficas. espero ter ajudado

      Excluir
  16. Desenvolvendo um Estilo de Vida “em Espírito e em Verdade” Já que a nossa única maneira de adorar a Deus é em Espírito e em Verdade, devemos construir toda nossa estrutura de vida, de atitudes, de projetos e perspectivas em cima desta realidade. Andando em Espírito e em Verdade Significa desenvolver uma espiritualidade onde sou sensível a voz do Espírito (quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas, Apocalipse 2:29; 3:6,13 e 22) e respondo a Seu direcionamento (Atos 13:2). É também ser cheio do Espírito (Efésios 5:18); orar no Espírito (Judas 20); produzir o fruto que advém de minha comunhão com Ele (Gálatas 5:22-25) e receber sua capacitação para a realização da obra de Cristo (I Coríntios 12). Toda esta dinâmica do Espírito em nós deve produzir a verdade, pois ele nunca contradiz ou distorce a verdade absoluta – escrita e encarnada. Servindo em Espírito e em Verdade É fruto de minha relação com Deus através de Seu Espírito. O Espírito me capacita a realizar a obra de Cristo me confiando um dom, charis, específico (I Coríntios 12 -14). O corpo de Cristo é composto indivíduos chamados e capacitados pelo Espírito para sua edificação mútua. Servir em Espírito e em Verdade é se deixar ser usado pelo Espírito de Deus para a obra que Ele está realizando no mundo e na vida das pessoas. Louvando em Espírito e em Verdade É declarar as verdades de Quem Deus é e do que Ele faz através do seu Espírito em nós, o qual clama Aba Pai (Romanos 8:15; Gálatas 4:6); porque não sabemos adorar como convém (Romanos 8:26-27). Isso pode ser feito através de salmos, cânticos e hino espirituais (Colossenses 3:16; Efésios 5:19). Salmos, Cânticos e Hinos espirituais não significam apenas músicas religiosas, mas expressar todo o seu louvor a Deus, através de cânticos e melodias que o Espírito de Deus concede! Muitas pessoas ao invés de Andar, Servir e Louvar a Deus em Espírito e em Verdade, têm apagado a chama do Espírito (I Tessalonicenses 5:19) e até entristecido o Espírito (Efésios 4:30) por isso sua adoração a Deus tem sido falha. Contudo, o Senhor ainda procura adoradores que o adorem em Espírito e em Verdade. Quem sabe Ele possa nos encontrar hoje; e se nós permitirmos ser tais adoradores, quem sabe Ele possa renovar e reavivar nossa vida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. irmão concordo com tudo que escreveu nesse comentário, até preguei algo parecido hoje, sobre darmos bons frutos, onde não adianta sermos como a figueira que era bela a quem olhava de longe, mas quando se chegava perto não se tinha fruto. (mateus 21)
      a bíblia também nos diz em mateus 7 que a arvore que não dar bons frutos é cortada e jogada fora.
      resumindo concordo contigo.
      mas creio que minha resposta ao seu cometário anterior também complementa essa resposta.

      Excluir
    2. lembrando o seguinte, que todo erro fosse anulador das bênçãos, ana também não receberia nada, pois ela trazia malefícios ao seu casamento, pois o próprio elcana já estava incomodado, pois não importava quanto amor e atenção ele a desse a ana, ela continuava extremamente focada no seu desejo, era prioridade a ela. isso já estava atrapalhando o casal de viverem certas experiências juntos.

      Excluir
    3. amado irmao luis continue assim pois eu tirei bençao desta palavra abençoada que Deus continue te abençoando na palavra




      Excluir
  17. “… Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores. Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade” (João 4:23, 24). Verdadeiros Adoradores Todas as pessoas adoram, afirma a antropologia. O fato não é só saber o porquê ou como eles adoram, mas o que eles adoram. Jesus disse não podemos servir (umas das palavras para adorar) a dois senhores, a Deus e ao dinheiro (Mateus 6:24). O termo para ‘dinheiro’ é mamon, uma palavra siríaca que designava a divindade das riquezas. Ou seja, no seu processo de adoração, o homem pode se voltar para qualquer objeto ou pessoa e prestar-lhes a seu culto. Se Jesus estava falando com uma nação que já conhecia o Deus verdadeiro, me pergunto: é possível então perder o foco da nossa adoração? Quais os critérios para uma adoração correta? Como ser adoradores de verdade? O Catecismo Maior de Westminister nos ensina que o fim supremo e principal do homem é glorificar a Deus e gozá-Lo para Sempre. Noutras palavras, o homem só encontra real e plena satisfação adorando a Deus e se sujeitando a Sua vontade soberana. O plano redentivo de Deus consiste em restaurar o homem a seu estado de perfeita adoração a Ele. Cristo veio para fazer isso possível. Ele é o meio pelo qual o homem é capaz de prestar uma verdadeira adoração a Deus. Somente em Cristo, o homem se torna um verdadeiro adorador. Adorando em Espírito e em Verdade Jesus neste texto afirma que a única forma de adoração aceita por Deus é aquela realizada em espírito (en pneumati) e em verdade (kai aletheia). Vamos analisar o que “em espírito e em verdade” realmente significa. O que é Adorar a Deus em Espírito? Calvino comentando sobre este texto, afirma: “Deus, desde o princípio não aprova nenhum outro tipo de adoração que não seja spiritual, o qual concorda com Sua própria natureza [1]”. Há uma linha de pensamento que defende que, adoração em espírito, se trata da parte central do homem, a parte espiritual. Os tricotomistas geralmente seguem este caminho. Eles defendem que o homem é divido em corpo, alma e espírito, contudo, a parte mais importante é o espírito, o meio pelo qual o homem tem contato com Deus. Por isso que se deve adorar a Deus em espírito, com a parte essencial do homem. Esta idéia não passa de uma perspectiva neoplatônica e neognóstica. Ignora-se totalmente a parte material do homem como parte de adoração a Deus. O corpo é considerado como mau e o “aprisionamento” do espírito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim, é isso ai mesmo....é nosso espírito que nos liga a Deus e leva nossa alma (do grego psique, que quer dizer vontade) a querer está adorando ao Senhor.

      Excluir
  18. Cerimonialismo versus Espiritualidade Basicamente adorar a Deus em espírito significa adorar a Deus não nos moldes cerimoniais da carne, mas adorá-Lo no espírito, nos moldes do céu. Aquela mulher samaritana estava questionando a forma correta de adorar a Deus, e na mentalidade dela adoração estava intimamente ligada ao local e as cerimônias (João 4:20). O seu conceito de adoração se limitava a formalidades. Tanto na religião judaica quanto na samaritana, adoração dependia de um lugar e de formas, e ao afirmar que adoração é em espírito, Jesus estava confrontando esta idéia vazia de adorar a Deus. A expressão “em espírito” indica o princípio espiritual na adoração contrastando com o cerimonialismo, os símbolos e as festividades do Judaísmo. Adoração extrapola as formas; ela vai além do exterior; é feita em espírito, na própria essência do homem. Como diz em Salmo 34:18: “Perto está o Senhor dos que têm o espírito quebrantado, e salva os contritos de espírito”. O problema do formalismo é que ignora a dimensão interior e espiritual do homem; no formalismo – o cerimonialismo e o legalismo – a prática externa é mais valorizada do que a interna, o que Jesus combate ferrenhamente. Ele chama os fariseus de sepulcros caiados (Mateus 23:27), porque valorizavam o exterior em detrimento do interior; Jesus também diz que o contamina o homem não é o que entra ( um dos aspectos do cerimonialismo da época) e sim o que sai, pois procede do “coração”, da essência do homem, seu espírito (Mateus 15:11-18). Este é o principio espiritual da adoração contrastando com as formas, cerimônias e legalismos. A Vida no Espírito Adorar a Deus em espírito também diz respeito à vida do Espírito Santo em nós, que é a própria natureza de Deus. Entender o culto e a adoração a Deus apenas como um conceito espiritual, pode acabar num reducionismo. Cristo afirma que a essência de Deus, deve ser a essência de nossa adoração “Deus é Espírito, e importa que O adoremos em Espírito” (João 4:24). É fato que esta afirmação de Jesus, “em espírito”, aponta para a obra do Espírito Santo na vida do crente. Esta forma de interpretação é coerente e relevante porque é harmoniosa com a teologia Joanina a respeito do Espírito. João é o escritor evangelista que mais fala da pessoa e obra do Espírito Santo. Por esta razão, quando ele escreve estas palavras, com certeza, ele faz uso uma bagagem teológica que ele desenvolve no decorrer dos seus escritos. A adoração que Deus procura não se resume ao espírito do homem, porque ele é totalmente mau e está corrompido pelo pecado; nem esta adoração é apenas um principio espiritual, senão, estaríamos afirmando que haveria uma maneira de adorar a Deus sem a essência de Deus no homem (v.:24 – Deus é Espírito). A única forma de adoração a Deus é a que nasce e se processa do e no Espírito de Deus na vida no eleito. Esta teologia é totalmente condizente com a pneumatologia no Novo Testamento. Algumas pessoas usam o argumento de que não pode ser o Espírito Santo porque a palavra não em capital, ou seja, em letra maiúscula. Esta lógica apresenta uma falha. O termo que se refere a Deus como espírito, no versículo 24, também está em minúsculo, e nem por isso pensamos que poderia ser outro espírito, que não seja o Espírito Santo. Ate porque, o fluir que se dá a entender aqui é que realmente Jesus está falando do Espírito de Deus que transforma e revitaliza a adoração do verdadeiro servo de Deus. O que é Adorar a Deus em Verdade? A palavra “verdade” e suas variantes como “verdadeiro” ou “verdadeiramente”, aparecem 94 vezes em todas as cartas escritas por João. A verdade, sua essência e suas implicações, é desenvolvido por João de maneira peculiar. Deve ser estudada como um fundamento da teologia Joanina. Agora, como Pilatos, podemos perguntar: “Que é a verdade”? (João 18:38).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. discordo de uma coisa, do que foi dito que o espírito do homem é mal e está todo corrompido pelo pecado.
      não tem como ele ser mal.... quando falamos "é" ou "ser", falamos de essência, a essência do nosso espírito não é mal, pois vem de Deus. que ele está corrompido? sim, claro...mas não totalmente...ainda mais se perguntarmos de qual homem. pois uns são mais corrompidos do que os outros. ainda mais se se pensarmos nos justificados por Cristo, será que esses lavados e remidos pelo sangue de Jesus não são menos maus?
      mas entendo o que quis dizer.

      Excluir
  19. O que é Adorar a Deus em Verdade? A palavra “verdade” e suas variantes como “verdadeiro” ou “verdadeiramente”, aparecem 94 vezes em todas as cartas escritas por João. A verdade, sua essência e suas implicações, é desenvolvido por João de maneira peculiar. Deve ser estudada como um fundamento da teologia Joanina. Agora, como Pilatos, podemos perguntar: “Que é a verdade”? (João 18:38). Cristo é a Verdade Em primeiro lugar, é a Verdade de Deus expressa na pessoa e Obra do Seu único Filho, Jesus o Cristo. É esse desfecho que esta passagem traz – a mulher samaritana encontrando a Verdade! João registra uma afirmação peculiar de Cristo acerca de Si mesmo, a verdade absoluta de Deus (João 14:6). Ele afirma que está em Cristo e está na verdade (III João 1:4). Em outro trecho, vemos Jesus dizendo que ao conhecer a verdade ela pode nos libertar (João 8:32) e logo mais adiante ele afirma que se “o filho vos libertar verdadeiramente sereis livres (v. 36). Nesse caso, vemos que a verdade é a base para nossa santificação. Ou seja, a verdade libertadora e santificadora está na obra do Libertador em nossas vidas; Cristo é a Verdade que liberta! A Palavra de Deus é a Verdade A palavra de Deus também é fonte de toda verdade. Em João 17:17, o evangelista registra uma declaração de Jesus em sua oração sacerdotal, dizendo: “santifica-os na verdade, a Tua palavra é a verdade”. No Salmo 119:160 diz que “a soma de Tua palavra é a verdade”. A maneira como conhecemos a verdade é pela Palavra de Deus – a palavra escrita e a Palavra encarnada! Isso é adorar a Deus em verdade! É interessante observar que João afirma que a ação do Espírito de Deus é nos guiar na verdade. João desenvolve um pensamento peculiar sobre a obra do Espírito na vida do crente. O Espírito da verdade (João 14:17) que permanece em nós (II João 1:2) e nos guia em toda verdade (João 16:13), é a própria verdade (I João 5:7). Isto é, a obra do Espírito em nós é redunda na confirmação da Verdade de Deus e nunca o contrário. Isso traz duas implicações práticas: A primeira implicação é que podemos nos relacionar com Deus de verdade! Em I João 1:6-7 diz: “Se dissermos que temos comunhão com ele, e andarmos nas trevas, mentimos, e não praticamos a verdade; mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus seu Filho nos purifica de todo pecado”. Note que o pivô de nossa comunhão com Deus é a verdade de Cristo em nós. A mentira, a falta da verdade, é incompatível com nossa vida com Deus. A verdade do Espírito produz em nós uma espiritualidade cujo eixo central é a verdade. Viver uma vida dúbia, hipócrita e mascarada, não faz jus a uma verdadeira espiritualidade. A segunda implicação é que podemos nos relacionar uns com os outros de verdade! Note no verso acima que viver a verdade redunda em viver em comunhão de verdade. Ele usa uma situação até mais dramática para exemplificar isso. No capítulo 4 versículo 20 ele diz que se alguém diz que ama a Deus e odeia a seu irmão é mentiroso. Ou seja, esse alguém não tem a verdade. Em outras palavras, a verdade de Cristo em mim, produz um caráter alicerçado e edificado na verdade!

    ResponderExcluir
  20. Adorando a Deus na Verdade
    ”Em verdade” também implica numa adoração onde a mente é exercida. John Stott em seu livro “Crer é também Pensar”, afirma o seguinte: “a fé e a visão são postas em oposição, uma a outra, nas Escrituras, mas nunca a fé e a razão” [2]. Ele defende que todo o culto onde a mente não é praticada não é o culto aceitável por Deus. Este é o culto racional (logikos) de que trata o apostolo Paulo em Romanos 12:1. Esse é o culto de verdade ou o culto em verdade!
    Cristo fala que a verdade libertadora deve ser conhecida, ou seja deve-se passar pelo crivo da mente, mudando a disposição do coração, gerando uma nova direção da vontade. Um culto onde não tem o uso da mente não é um culto de verdade!
    Paulo orienta os irmãos de Corinto a usar a suas mentes na adoração ao Senhor. Ele começa dizendo que temos a mente de Cristo (I Coríntios 2:16), isto é, hoje podemos pensar como Cristo; e ele pede para que eles orassem e cantassem com o entendimento (I Coríntios 14:14-15). Isto significa que adorar a Deus em Verdade, é entender e responder a Ele de modo racional; é estar consciente de sua ação em nós e como ele nossas decisões devem ser para Sua glória.
    Desenvolvendo um Estilo de Vida “em Espírito e em Verdade”
    Já que a nossa única maneira de adorar a Deus é em Espírito e em Verdade, devemos construir toda nossa estrutura de vida, de atitudes, de projetos e perspectivas em cima desta realidade.
    Andando em Espírito e em Verdade
    Significa desenvolver uma espiritualidade onde sou sensível a voz do Espírito (quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas, Apocalipse 2:29; 3:6,13 e 22) e respondo a Seu direcionamento (Atos 13:2). É também ser cheio do Espírito (Efésios 5:18); orar no Espírito (Judas 20); produzir o fruto que advém de minha comunhão com Ele (Gálatas 5:22-25) e receber sua capacitação para a realização da obra de Cristo (I Coríntios 12). Toda esta dinâmica do Espírito em nós deve produzir a verdade, pois ele nunca contradiz ou distorce a verdade absoluta – escrita e encarnada.
    Servindo em Espírito e em Verdade
    É fruto de minha relação com Deus através de Seu Espírito. O Espírito me capacita a realizar a obra de Cristo me confiando um dom, charis, específico (I Coríntios 12 -14). O corpo de Cristo é composto indivíduos chamados e capacitados pelo Espírito para sua edificação mútua. Servir em Espírito e em Verdade é se deixar ser usado pelo Espírito de Deus para a obra que Ele está realizando no mundo e na vida das pessoas.
    Louvando em Espírito e em Verdade
    É declarar as verdades de Quem Deus é e do que Ele faz através do seu Espírito em nós, o qual clama Aba Pai (Romanos 8:15; Gálatas 4:6); porque não sabemos adorar como convém (Romanos 8:26-27). Isso pode ser feito através de salmos, cânticos e hino espirituais (Colossenses 3:16; Efésios 5:19). Salmos, Cânticos e Hinos espirituais não significam apenas músicas religiosas, mas expressar todo o seu louvor a Deus, através de cânticos e melodias que o Espírito de Deus concede!
    Muitas pessoas ao invés de Andar, Servir e Louvar a Deus em Espírito e em Verdade, têm apagado a chama do Espírito (I Tessalonicenses 5:19) e até entristecido o Espírito (Efésios 4:30) por isso sua adoração a Deus tem sido falha. Contudo, o Senhor ainda procura adoradores que o adorem em Espírito e em Verdade. Quem sabe Ele possa nos encontrar hoje; e se nós permitirmos ser tais adoradores, quem sabe Ele possa renovar e reavivar nossa vida!
    Notas:
    [1] Ages Library – Commentary on the Gospel According to John – Calvino
    [2] STOTT, John, Crer é Também Pensar, pg. 33

    ResponderExcluir
  21. http://musicaeadoracao.com.br/50360/verdadeiros-adoradores-adorando-em-espirito-e-em-verdade/

    ResponderExcluir
  22. Muito boa sua interpretação, tinha essa mesma visão com relação a Ana esta tão focada em receber uma benção que deixava o principal que é a adoração ao Senhor, como a Palavra diz: "muitos pedem e não recebem porque pedem mal". Israel precisava de um juiz pois Eli estava velho, precisava de sacerdote pois os que tinham estava corrompidos e precisava de profeta, foi aí que Ana percebe isso e faz um voto de entregar Samuel ao Senhor...Israel passou a ter profeta, juiz e sacerdote...com relação a Penina não tive essa visão de adoração mas acho perfeitamente viável a interpretação do irmão. Parabéns e continue postando mensagens inspiradoras como essa.
    Paz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigado pela participação e análise. foi o que quis passar, como o irmão bem disse, ela focou anos na situação dela e só. Quando ela percebeu que precisava focar primeiro em adorar, ai sim recebeu.

      Excluir
    2. Pode uma pessoa muda adorar,o. mesmo,acontece a muitos,mesmo em nosso silencio chorando o adoramos.
      As vezes e como Jesus disse.Quando lhe perguntaram:ele ou seus pais.
      Mas Jesus ninguém,isso aconteceu para que fosse revelado a gloria de Deus.

      Excluir
  23. Prezados a paz do senhor, confesso que estou estupefato com toda repercussao que teve esta historia, pois em todo o momento percebo que parte dos comentarios vem como afronta ao amado que postou o texto. Seria bom se a tonica da discursao fosse no intuito de aprendizagem, mas fico triste quando os que professam a mesma fe em Cristo tentam trazer esclarecimentos a cerca da palavra de forma tao ofensiva, e entendo tambem que a mesma palavra pode ser i terpretada por varias pessoas de forma diferente, emesmo se alguem teve o entendimento que para muitos esta equivocado, isto nao nos da o direito de trazer comentarios de forma a ofender o irmao, sao po estas e outras coisas que os que nao temem a Deus estao se afastando cada dia mais das igrejas, pois se no nosso meio a intolerancia e tamanha pra que os outros virao. Lembrem-se contra quem e nossa luta. Que Deus nos abencoe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigado pelas suas palavras.....vou melhorar este texto para que fique melhor explicado a todos

      Excluir
    2. eu concordo com o pastor ,que penina recebia mais bença por adorar mais o senhor ,e ana só recebeu quando passou a buscar ao SENHOR VERDADEIRAMENTE .

      Excluir
    3. obrigado irmão, é muito gratificante alguém ter entendido....abraço

      Excluir
    4. fique tranquilo irmao pois o mesmo espirito testifica com o oltro e bem claro que,. o espirito de sabedoria e o mesmo e muitos nao veem isso precisam de mais dicernimento e aprendisagem

      Excluir
  24. Li todos os comentários e realmente houve muita polêmica. Não consigo ter essa visão sobre Ana e Penina. Ao ler o texto em I Samuel não consigo ter claro essa visão de que Penina adorava a Deus e Ana não! No vs. 8 Ana não quer comer, porém no vs. 9 pode-se entender que ela resolveu comer depois do que seu marido falou no vs. anterior. Vejo que depois desse fato Ana teve uma atitude de adoração tão grande a Deus fazendo um voto e chamando a atenção do senhor oferecendo aquilo que ela mais desejava a Deus, que era um filho! Se Ana não soubesse adorar, ou seja, não estava interessada em adorar, mas seu interesse maior era ter um filho, não o teria oferecido ao Senhor teria ficado com ele para ela. Deus se agradou tanto de sua atitude que a abençoou dando-lhe três filhos e duas filhas cfe. vs. 21. Seu filho Samuel foi um grande profeta! No meu entendimento Ana era uma adoradora sim, porém era humana e sofria angustia, desespero e tristeza como qualquer um cristão pode sofrer. O próprio Jesus sofreu angustia no Getsemani. A Adoração a Deus está dentro de nós. Por mais dificuldades que passamos e que muitas vezes deixamos a tristeza invadir nosso ser ela vem e se sobressai em meio as tribulações! Foi assim com Ana. Em meio ao seu sofrimento ela adorou de forma desprendida a Deus!
    Deus o abençoe!!!!

    ResponderExcluir
  25. Ana não é diferente de nós, muita das vezes colocamos o foco na nossas vontades e esquecemos de adorar e confundimos a adoração com o nosso sofrimento e choramos muito,mas quando existe uma entrega de adoração ao nosso Deus as coisas fluem naturalmente.Deus não resiste ao coração quebrantado. Deus o abençoe grandemente !!!!

    ResponderExcluir
  26. Muito bom... gostei e realmente tem sentido... pela adoraçao,no momemto q ela parou de pensar nela e sim em fazer pra Deus.Deus a ouviu

    ResponderExcluir
  27. Pastor gostei muito da sua interpretação, realmente estamos tão preocupados com a bênção que estamos esquecendo de adorar, muito boa sua colocação que Deus abençoe sua vida grandemente.

    ResponderExcluir
  28. Pastor gostei muito da sua interpretação, realmente estamos tão preocupados com a bênção que estamos esquecendo de adorar, muito boa sua colocação que Deus abençoe sua vida grandemente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigado pelas palavras...que bom que gostou.....é bem como disse...primeiro demos que dar adoração a Ele, o resto é consequência.

      Excluir
  29. Paz do Senhor pr. Concordo com vc ate certo ponto, dizer que Ana nao teve como foco principal a adoração a Deus e deixar que as angústias e tribulações por alguns momentos sobressaissem em vez de participar da oferta de sacrificio ao Senhor tudobem, muitas vezes deixamos o sofrimento tomar lugar da adoracao enquanto queo certo é O adoramos ,em qualquer circunstância .Porém, concluir que Penina era uma adoradora so pelo fato de participar desse ritual eu discordo. Era muito facil para Penina, ja que ela estava na vantagem, fazer o que agradava seu esposo, mas sera que estava realmente agradando a Deus com o coração cheio de malicias? sera que se ela estivesse no lugar de Ana, não teria feito o mesmo? Será que ela teria a mesma atitude de Ana, de rasgar o coração diante de Deus? Qual tipo de adoracao verdadeiramente agradou a Deus? A de Penina ou de Ana?

    ResponderExcluir
  30. Será que realmente os filhos de Penina eram consequencias de sua adoração? Ou sera que sua "adoração" era porque tinha filhos e queria de um certo modo provocar Ana, vivendo uma vida de aparências, já que em sua relação com Elcana ela sentia desprezada, por saber que Ana era a mais amada? Agora podemos afirmar com toda certeza que os filhos de Ana foram consequências de um coração totalmente voltado pra Deus, sem hipocrisia, sem malicias, sem segundas intenções. Amem!

    ResponderExcluir
  31. Então seria correto afirmar que Ana não sabia conquistar bênção? Posso entao concluir com toda convicção pr. Que a idéia principal do texto bíblico é a conquista de Ana . Ela CONQUISTOU o coração de Deus.

    ResponderExcluir
  32. que Deus abençoe varao porque sabemos que o espirito de sabedoria e o mesmo,. e muitos nao conseguem dicernir isso mas gostei e aprendi muito ..

    ResponderExcluir
  33. Nunca tinha analisado a história de Ana desse ponto de vista, mas confesso que focar na benção e não no abençoador não é correto.
    Tenho estado com o coração muito aflito ultimamente, e fui aconselhada a estudar a história de Ana.
    Assim como Ana, meu foco está em reconstituir meu casamento e não em adorar a Deus para que as demais coisas me sejam acrescentadas.
    Achei interessante seu empenho em descrever seu ponto de vista, e resumindo tudo oque o senhor escreveu concluo: Uma simples mudança de foco transforma a situação.
    Falo de mim, Deus têm prazer em abençoar, mas então por que ainda não o fez??? Por que eu não estou fazendo por merecer.
    Orar, jejuar, chorar.
    É isso que Deus quer de mim na hora da provação...
    Assim como aquela mãe que estava com o filho morto em casa, e quando interrogada respondeu, vai tudo bem na minha casa...
    Fé é o foco!!!
    Paz!

    ResponderExcluir
  34. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  35. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  36. A Bíblia é maravilhosa, pois sempre que lemos descobrimos lições novas em um mesmo texto. Boa sua observação Luis Roldan. E digo mais, estão querendo dar uma única interpretação pra palavra de DEUS e se for assim, pra quê muita das vezes chamam pregadores para ministrar o mesmo texto, sendo que cada um fará uso de uma maneira, ou seja, cada um mostrará verdades apresentadas no texto só que de maneiras diferente correto? Porquê se a interpretação pra relação entre "ANA e PENINA" só forem apenas o fato de PENINA zombar de ANA por ela não ter filhos pra que então ler novamente o mesmo texto que já sabe o que encontrará lá?
    Um dos piores erros é pensarmos que já sabemos de tudo.
    E a (Eisegese) que é fazer uma leitura do texto com mais calma analisando os fatos, as ocorrências, ou seja fazendo uma leitura bem minuciosa nos faz descobrir novas lições dentro de um texto que muita das vezes já sabemos de "có e salteado" e acredito que o meu caro irmão Luis Roldan fez isso, utilizou a "Eisegese" e agradeço pela observação feita neste texto, aprendi com sua percepção e forma de interpretação. {Miss. Robson Gomes}

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigado irmão, boas palavras, pois o foco do texto pode ser diferenciado de pregador para pregador, basta está fundamentado.

      Excluir
  37. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  38. Me desculpe meu irmão mais discordo pois em momento algum a palavra diz que que Penina era adoradora e sim que aproveitava essas viagens para irritar e envergonhar Ana , e Ana como eu e acredito você estava sujeita a ficar deprimida e perder a fome pela situação que estava passando ,mais ela não aceitou aquela situação e foi buscar seu milagre em Deus , e através do cântico de Ana vemos sim ,que ela era um adoradora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paz pr rogério, o que acontece é que penina adorava sim, pois ela cumpria o ritual judaico de adoração descrito em levíticos nos capítulos e versículos já citados no texto. Lembrando que quem instituiu esses rituais foi o próprio Deus para a antiga aliança. E o acontecido relatado na bíblia e no texto se passa na antiga aliança. Então, temos que nos basear nela para entender todo o contexto e além de fazermos a correlação de textos bíblicos onde um vai explicar o outro.
      Penina errava? claro! era zombadora, imatura.
      Ana estava sem comer por causa de um momento? Não! isso já se repetia a anos, anos sem participar da adoração, anos só focada no seu querer e não adorando. Ana só adora a partir de quando a bíblia diz que ela foi ao templo e orou, votou e depois foi pra casa e comeu do sacrifício. Claro que depois disso ela continuou com a sua vida de adoração, o que podemos vê no cântico, que se dar depois dela gerar filhos.
      No início não era, mas DEPOIS passou a ser.

      Excluir
  39. Ponto de vista. Isso é um perigo. Regra fundamental: a bíblia sua própria interprete.

    No mundo tereis aflições mas tende bom ânimo Eu venci o mundo.

    Certa vez Jesus foi indagado, quem pecou ele ou seus pais? Nem ele nem seus pais, mas isso aconteceu para que o nome de Deus fosse glorificado.

    Creio quando e estão analisando o texto como os amigos de Jó.

    A paz do Senhor Jesus Cristo

    ResponderExcluir
  40. Ponto de vista. Isso é um perigo. Regra fundamental: a bíblia sua própria interprete.

    No mundo tereis aflições mas tende bom ânimo Eu venci o mundo.

    Certa vez Jesus foi indagado, quem pecou ele ou seus pais? Nem ele nem seus pais, mas isso aconteceu para que o nome de Deus fosse glorificado.

    Creio quando e estão analisando o texto como os amigos de Jó.

    A paz do Senhor Jesus Cristo

    ResponderExcluir
  41. No verso 19 fala que se levantaram de madrugada e adoraram perante o Senhor....então tanto como Elcana.Penina e Ana adoraram ao Senhor..porque no verso 7 quando ana subia a casa do senhor a outra a irritava ou seja ambos subiam a casa do Senhor para adorar...não foi em vão que Elcana perguntou para Ana se ele não era melhores que dez filhos.. até então Ana esperou 22 anos para ter um filho..e Ana se tornou estéril pela permissão de Deus...irmão leiam o verso 19 e me diz então quem é que adoravam a Deus era so Elcana e Ana... se penina também subia ao templo a casa de Deus será que alguem prestou atenção no verso 19

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão, há momentos distintos na narrativa. O versículo 7 ta falando q subiam até lá, mas se procurar saber quem ia realmente até o templo era o chefe da família, as mulheres esperavam em seus acampamentos. Quando anã vai e entra noo templo no versículo 9, Eli está sentado porque o período do sacrifício já tinha terminado, ele tava descansando e o templo estava vazio. Anã vai lá sozinha.tanto que Eli a vê só.
      Versiculo 19 diz que levantaram-se e adoraram, pode ser todos ou só o casal, pois nesse momento o foco da narrativa estava no casal. O importante é que ana voltou a adorar. E qual era a parte da adoração que se fazia em sua propria tenda? Comer o sacrifício.
      Então ana e elcana chegaram em casa e coabitaram.

      Excluir
    2. Irmão, há momentos distintos na narrativa. O versículo 7 ta falando q subiam até lá, mas se procurar saber quem ia realmente até o templo era o chefe da família, as mulheres esperavam em seus acampamentos. Quando anã vai e entra noo templo no versículo 9, Eli está sentado porque o período do sacrifício já tinha terminado, ele tava descansando e o templo estava vazio. Anã vai lá sozinha.tanto que Eli a vê só.
      Versiculo 19 diz que levantaram-se e adoraram, pode ser todos ou só o casal, pois nesse momento o foco da narrativa estava no casal. O importante é que ana voltou a adorar. E qual era a parte da adoração que se fazia em sua propria tenda? Comer o sacrifício.
      Então ana e elcana chegaram em casa e coabitaram.

      Excluir
  42. Os pontos fortes de Ana foi que ela confiou sua vida e sua vontade a Deus no tempo da necessidade. Ana orou de coração e Ana cumpriu seu voto, mesmo que tenha lhe custado muito caro. E o ponto fraco dela foi levar em consideração os acontecimentos de sua vida para ordenar seus sentimentos e seu senso de valor. E isso serve de lições pra nossa vida. Nós devemos confiar nossa vida a Deus antes que a nossa situação se torne insuportável. Deus no final das contas é o único que pode preencher as nossas necessidades e cumprir nossos votos a Deus, faz com que mantenhamos um relacionamento próximo com ele, permitindo a Ele derramar sobre nós suas bênçãos.

    ResponderExcluir
  43. muito bom testo eu creio porque o depois que ana foi adora senhor comeu ela foi abençoada sim muitas das vezes focamos em nosso entenrece esquecemos de adora o senhor colocado sempre que precisamos em premeio luga , premeio senhor outras coisa sera acresetada

    ResponderExcluir
  44. Muito bom pasto, gostei muito e concordo com o seu ponto de vista. Muitos se encontram nesta posição De querer tanto que esquece de colocar Deus em 1, querem tanto algo que vivem angustiados como se não conhecessem o poder do seu Deus, e depois ainda cumpam o Senhor por não alcançar o q deseja, como se a culpa fosse dEle.
    Vi q tem muitos comentários de pessoas q não concordam com o senhor, vi q tem muitos que comentam só pra querer dizer que sabe mai, como tbm tem muitos que estão tão acostumados com as mesmice que só absorvem o que ja ouviram antes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigado pela sua participação e palavras...que bom que entendeu e viu a história mais a fundo e o sentido da mudança de vida espiritual de ana.

      Excluir
  45. a paz! irmão Deus o abençoe a cada dia mais, pra mim foi de grande valia a sua interpretação,muitos entendem a palavra da forma q querem,mas a palavra diz:q a letra mata mas o espirito vivifica,e lembrando q a sabedoria vem de Deus deixe Deus te usar sempre vaso!!Deus nao agradou a todos não é mesmo? pq os seres humanos vai agradar não é mesmo!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigado irmão, que bom que se acrescentou...já valeu a pena ter escrito...fica com Deus

      Excluir
  46. sou casada a 11 anos e nunca tive filhos e hoje lendo este texto entendo que estou como Ana querendo algo SÓ pra satisfazer o meu desejo e dar um filho ao meu esposo ja que ele tem dois filhos e me sinto frustrada por eu nao ter dado nenhum a ele creio que este texto veio de encontro a mim hoje é me fez fazer uma pergunta a mim mesma o que estou fazendo para receber o meu milagre?
    que Deus abençoe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmã, primeiramente sinto muito por ainda não ter gerado, mas me alegro de Deus ter me usado a te ajudar a entender sua questão , espero que agora que teu bebê venha a vir e Deus seja exaltado

      Excluir
  47. Pr amei a mensagem chega de comer papinha....Temos que ler e entender a vontade de Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. verdade leonardo, é bom olharmos os textos correlacionados e contexto histórico, e Deus vai abrindo o entendimento de todos nós.

      Excluir
  48. Muitas vezes falamos o que ouvimos e nao o que lemos na biblia.

    ResponderExcluir
  49. Muitas vezes falamos o que ouvimos e nao o que lemos na biblia.

    ResponderExcluir
  50. Pr amei a mensagem chega de comer papinha....Temos que ler e entender a vontade de Deus.

    ResponderExcluir
  51. Pastor Carlos Durante
    Muito bom o texto, deuma profundidade esclarecedora.
    a Bíblia é didática e nos ensina em todas as áreas.
    É notório que a benção de Ana so chegou após a adoração verdadeira.
    Parabens pelo texto

    ResponderExcluir
  52. Amado pastor entendo sua colocação em partes , não entendo quando o irmão coloca Penina sabe conquistar benção e Ana não .Deus permitiu que penina tivesse filhos ,quanto a Ana Deus avia lhe serrado a madre,erá um processo que ela estava passando ,ela errou em olhar para provocações de Penina e ficar sem comer etc... ,mas isso não significa que Penina sabia conquistar e Ana não .Ter filhos ou não depende de Deus .Quando Ana clama atribulada de espírito por sofrer por não ter filhos e por ser humilhada por Penina ela coloca diante de Deus a sua alma etc... isso mostra que ela sabia conquistar ,em oração.Paz do Senhor pastor ,foi bom aprendermos juntos e que Deus te abençoe grandemente.

    ResponderExcluir
  53. ola agradeço por essa colocação por que eu aprendi o outro lado e entendi sim por que quem revela é o Espirito Santo.DEUS ABENÇOE

    ResponderExcluir
  54. Paz pastor fica pra meditação a letra mata mas o espírito vivifica Deus abençoe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paz meu irmão, obrigado, mas deixo pra você o desejo que você estude o contexto do texto que você citou. Já que Deus pelo apóstolo Paulo está dizendo que a letra, no caso a lei cerimonial religiosa do judaísmo não gera vida, mas a aliança, a nova aliança que é pelo Espírito Santo, aliança está feita por Jesus na cruz , essa vivifica, pois vivificar é trazer de volta a vida o que estava morto. Nós estávamos mortos espiritualmente.
      Esse texto nada tem haver com estudo da Palavra, pois a Palavra de Deus não mata, gera vida, o uso errado dela sim.
      Jesus passou 3 anos ensinando a Palavra aos discípulos. Então estudar a palavra não é errado, pois Jesus não erra. Forte abraço

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  55. Paz pastor fica pra meditação a letra mata mas o espírito vivifica Deus abençoe

    ResponderExcluir
  56. Estava aqui lendo os comentários, e me espantei. Como tem muitas gentes sem o que fazer discutido interpretação de texto,
    O teólogo Luis Roldan quero parabenizar o seu ministério. .. e falar que a sua visão e interpretação do texto discutido tem e faz muito sentido, mas o que o pessoal tem que entender que a Bíblia é um livro Santo e tem que está em comunhão e obediência com Deus para entende-lo, aí as pessos nem fala do amor e nem da palavra de Deus e quando alguém fala,, vem um monte de Fariseus pra criticar o ministério dos outros... vão se converter e proucurar orar mais um pouco em vez de ficar perseguindo os outros em blogs.... e independente se vc gostou ou não da interpretação do Luis Roldan não cabe nem e nem vx críticar. Porque errado ou não ele está falado da bíblia e tudo que ele falou ele irá prestar conta.. eu particularmente axei bastante profunda a tese bíblica.

    ResponderExcluir
  57. Muito bom o Estudo. Gostaria de acresentar algo, se penina não atormentasse ana, ela nao teria a coragem de orar e fazer voto com Deus. O ponto chave é esse: Deus precisa levantar algumas peninas em nossa vida para reconhecermos a necessidade de orar e buscar o milagre. Se não tivesse penina não tinha oração, não tinha samuel e muito menos Davi.

    ResponderExcluir
  58. LUIZ ROLDAN LHE PARABENIZO SIM PELA BELA EXEGESSE DO TEXTO. E COM RELAÇÃO AO CONTRADIZENTES QUE ESTIVERAM A CONTENDER SÓ O QUE TENHO A DIZER É QUE SÃO MUITO FRACOS DE BÍBLIA.

    ResponderExcluir
  59. LUIZ ROLDAN LHE PARABENIZO SIM PELA BELA EXEGESSE DO TEXTO. E COM RELAÇÃO AO CONTRADIZENTES QUE ESTIVERAM A CONTENDER SÓ O QUE TENHO A DIZER É QUE SÃO MUITO FRACOS DE BÍBLIA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado meu irmão pelo apoio. Que bom que entendeu e gostou.

      Excluir
    2. A paz do senhor para todos que participaram desse pequeno comentário do irmão falando sobre penina,e confesso para os irmãos que quanto mais o tempo passa, mais eu vejo que temos que muito aprender com Cristo,pois, levantou-se uma questão a cerca da penina aonde todos nós temos a nossa interpretação pessoal baseado em nossas experiência como cristão e nossa aplicação pessoal,não podemos ser tendenciosos quando se trata da palavra de Deus,vamos ter cuidados querido com os nossos julgamentos com o próximo ninguém é sábio o bastante para entender os mistérios de Deus com alguen,então ao invés de julgar vamos orar por cada um e que possamos crescer na graça e no conhecimento e que de deus possa derramar sobre a vida de cada um sua graça e misericórdia. pb silvio

      Excluir
  60. Meu querido, muito edificante sua postagem. Me ajudou muito!!!
    Não liga para os que as pessoas dizem.

    Queria deixar só um pouco do entendimento que eu tive do texto.

    Cada um tem um entendimento, respeitei o seu, diferente de algumas pessoas.

    "Penina só perseguia à Ana por que Elcana dava porção dupla para Ana.
    Podemos conjequiturar Penina dizendo; sou eu que dou filhos à Elcana, é por mim que sua descendência cresce, e é para ela que ele dar porção dupla?!
    Sendo assim, Penina perseguia à Ana.. vemos um pouco de inveja de Penina, porém, entendemos o lado dela, pois era ela que dava filhos a Elcana e não Ana."

    Meu entendimento é esse, além de outros!!
    Estava buscando um entendimento mais afundo desse texto de 1samuel 1, e você com seu entendimento meu ajudou muito.
    Obrigado meu amigo! Que Deus continue te instruindo e guiando-o sempre com palavras rhemas como essa!
    Deus te abençoe poderosamente.

    ResponderExcluir
  61. Gostei! Acho legal quando alguém pega um personagem "secundario" em um texto bíblico super conhecido e o desmistifica, a Bíblia é, além de santo, um livro riquíssimo, mas infelizmente pouco explorado por nós cristãos (gostei também dé sua explicação sobre sodomia...esclareceu de forma direta e nada religiosa).
    Que Deus continue te enchendo de sabedoria!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. verdade, devemos olhar além do que nos acostumamos a ouvir. a palavra de Deus tem vários ensinamentos como tesouros para nós

      Excluir
  62. Graça e Paz, PR. Luis Roldan!!!
    Confesso que gostei muito do texto e do tema abordado. Muito acrescentou para mim, que Deus permaneça lhe usando com graça e sabedoria!!!!

    Obrigado muito enriquecedor!!!

    ResponderExcluir
  63. olá pastor. acho que esse belo texto merece outro titulo, tirando isso agradeço por compartilhar este grande pensamento conosco. uma nova visão sobre a vida de ano que pode e se encaixa em muitos momentos de nossa vida.

    ResponderExcluir
  64. Glória á Deus irmão entendi muito bem seu ponto de vista,muito fácil ficar só no tradicional que sempre é falado,mas a Palavra de Deus é dessa maneira,Ela tem que ir no profundo,e falar não só de um ponto de vista, mas ela tem o poder de tocar em todos,Penina também era esposa e tinha seus motivos pra provocar Ana, mesmo sendo errado,mas Ana como primeira esposa também já deveria ter dado exemplo de mulher de fé á muito tempo e adorado á Deus verdadeiramente seguindo seu esposo de coração aos sacrifícios de adoração. Mas quando abriu o coração ela pode ver que nem as provocações de Penina poderiam impedir sua adoração que isso sim era o mais importante a fazer. Concordo com essa explicação sua irmão. Amém

    ResponderExcluir
  65. Parabéns pelo texto e vou aplicar um estudo sobre o tema. Pensar fora da caixa é uma dificuldade que no Brasil é complicado. Sou professor de história e digo aos alunos observem todos os pontos de vista, pois a história é manipulada. E nas igrejas hoje falar diferente do que foi ensinado arruma briga na horas, pois os religiosos nunca aceita escutar o diferente.

    ResponderExcluir
  66. Amados, a paz de Cristo Jesus a todos, o senhor me despertou nessa madrugada li o que o irmão escreveu.
    E confesso, já que Ana queria tanto um filho e segundo alguns irmãos ao criticar diz que ela agia tanto de maneira correta porque não teve esse filho antes.
    Deus ele conhece o desejo do nosso coração ele sabia o que Ana queria se algo está difícil em nossas vidas as vezes está difícil por não sabermos oferecer a Deus algo, mas não qualquer coisa mas sim aquilo q nós fará falta.
    Desculpe me se ouver algum erro de escrita.
    Deus abençoe a todos.

    ResponderExcluir
  67. a boca fala do que o coração estar cheio quantos podem provar que penina não amava seu marido mostra ai na biblia quantos falam de amor mais amam seu Deus o proximo tens provado seu amor a Deus tens evangelizado consagrado testificado tens expreriência com Deus em oração a boca fala do que lhe faltam o amor

    ResponderExcluir
  68. Varão, eu estava lendo essa passagem, e Deus me revelou exatamente isso, me falou sobre Ana não comer do sacrifício!
    e eu nunca tinha pensado nisso pulava essa parte, e só focava na irritação que Penina lhe causava. Agora fui pesquisar e li oque vc escreveu, concordo com seu ponto de vista! Deus continue te dando sabedoria!

    ResponderExcluir
  69. Amado Parabens pelo texto escrito pelo seus cuidados em mostra as duas faces da historia sobre Ana e Penina, o contexto esta realmente coerente e coreto com que esta sendo ensinado tambèm sou TeÓlogo e amo estudar a bìblia e ver o quanto ele e rica e quantos podemos aprender com circunstâncias esse historia realmente nos ensina o quanto somos egoísta em desejar algo pra saciar nosso ego sem proposito de ADORAÇãO a Deus, a palavra narra que foram anos a pos ano e se irritava com Ana porque não comia da oferta dada pelo seu esposo e por isso sua oração e adoração não era recebida a biblia afirma que ana chorava e murmurava pelo fato de nao poder gera filhos pois penina tinha filhos e com certeza pode se imaginar que era elogiar por ser uma mulher frutivera, e Ana tinha inveja porquanto ela foi apenas tomada por seu esposo para dar continuidade a geração de Elcana, mais a esposo que ele Amava era verdadeiramente Ana. e por ser amada por demais por Elcana calzava desconforno a Penina por fazer todos os gosto de Ana e ele era mal agradecida so sabia reclamar e chorar a ponto de deixa-lo irritado por que nunca comia da oferta oferecida por elcana mso ele fazendo todas as vontades dela e entao penina a otomentva por ser uma mulher amarga e seca. a o milagre de ana aconteceu quando ela resolver fazer de sua obsessão um proposito de adoração a Deus.quando disse A DEUS QUE QUERIA UM FILHO PARA ADORAR VERDADEIRAMENTE O NOME DO SENHOR, SAINDO DE SENA E DEIXANDO DEUS AGIR ASSIM DEUS AGIU DE MANEIRA SOBRENATURAL NA VIDA DE ANA LHES DANDO NAO SO UM MAIS 7 FILHOS E COM FILHO PROMETIDO CUMPRIU SEU VOTO DANDO SAMUEL AO SENHOR PARA QUE ELE CUMPRISSE O QUE VERDADEIRAMENTE SEU PROPOSITO NA VIDA DE SAMUEL POR QUE ELE SABIA O QUE ESTAVA ACONTECENDO ENTRE OS FILHOS DE ELI ENTÃO PREPAROU SAMUEL PARA O SUCEDER, DEUS É DEUS SÓ ÃO ENTENDE ESSA HISTORIA QUEM E TAPADO. PARABENS AMADO PELO SEU TEXTO.

    ResponderExcluir
  70. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  71. meu nome é Juraci e quero parabenizar o Pastor por essa mensagem, concordo plenamente com o ponto de vista do irmão, que Deus continue te usando, hoje, amanha e sempre

    ResponderExcluir
  72. Pastor meu nome é luana oliveira sou nova convertida e eu achei bem legal a tua versão...
    Mas eu tenho uma duvida.
    Quando esta dizendo que deus serrou a madre de ana,isso significa q ela ja nasceu estéril? Pq me parece q ela não era,mas deus cerrou a madre dela com um proposito.
    Soh duvidas msm obg aguardo resp.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. irmã, é muito difícil afirmar se esterilidade o momento, mas dá mesmo a entender que foi num momento da vida, talvez quando era pra ana está em idade fértil, tal coisa não ocorreu

      Excluir
  73. Gostei, é bom as vezes analizar as coisas de diferente ângulos , e depois tirar conclusões 😎

    ResponderExcluir
  74. O texto é bem claro e o irmão Luís Roldan fez uma explanação correta sobre esse assunto. Vejam que o auge da provocação de Penina era justamente quando eles subiam à Casa de Deus e por qual motivo ela fazia isso? É fácil perceber que os vs 6 e 7 são complementares e portanto mostram que o principal objetivo dela era abalar Ana no momento mais importante que era a adoração à Deus em Siloh. Em nenhum momento o amado irmão falou que Penina era uma verdadeira admiradora e isso é fácil nós compararmos com os dias de hoje, onde nem todos que estão nos cultos estão em adoração à Deus. O foco de Ana era mostrar para a sociedade e família que ELA poderia dar um filho a Elcana mas quando ela mudou essa visão, Deus a abençoou com um filho.

    ResponderExcluir
  75. concordo com o irmão, as pessoas só olham um lado da moeda e se esquecem de olhar o outro lado.

    ResponderExcluir