26 de agosto de 2014

O QUE É NECESSÁRIO PARA SER PASTOR? E DOS BONS!

Pastor, sacerdote da obra de Deus, aquele que apascentará as ovelhas de Deus, não é uma profissão, você apenas deseja, estuda e pronto, pois mesmo que o estudo seja importantíssimo, só isso não basta. Estar a muito tempo no cristianismo, também não basta, sé imprescindível alguns fatores para uma pessoa se tornar um pastor feito por Deus e preparado. Vamos agora lista-los e explicá-los. 

1- Chamada divina: É extremamente necessário a pessoa ter uma chamada de Deus para tal ministério, pois apenas "perfil" não é o suficiente, pois isso não é vaga de emprego em uma empresa. Deus tem que ter este plano na vida da pessoa, se não este ministério está fardado a não ser bem sucedido espiritualmente.

2- Renúncia: A renúncia do pecado é algo que é necessário para todos os cristãos, porém a renúncia de alguém que deseja ser pastor, tem que ir além, é abrir mão de algumas situações, até mesmo de um pouco do seu lazer, do seu tempo livre, alguns pastores devido a carga de trabalho na igreja, precisa até largar o emprego (automaticamente a igreja tem que dar salário a este homem). 

3- Compromisso: É preciso ter compromisso com os cultos, com a leitura da Bíblia, com estudos, com oração, com evangelismo. Isso tudo também é bem exteriorizado pela pontualidade, pois pessoas que vivem se atrasando, são pessoas que na realidade não tem compromisso.

4- Dedicação: É algo que se encaixa e muito em compromisso. Uma pessoa que busca tal cargo, precisa ter dedicação para edificação das pessoas da igreja, bom andamento do culto, cuidando do ambiente do templo, limpeza, organização e etc.

5- Preparação: Como todo ser humano precisa ser preparado para uma função, assim também é o pastor, esta pessoas precisa ser preparado psicologicamente, se tiver condições é preciso estudar teologia, conhecer muito bem a Bíblia e suas doutrinas, saber separar costumes humanos de doutrinas bíblicas. Ser treinando na direção de cultos, em orar as pessoas, em louvar (se souber cantar), em pregar e em aconselhar.

6- Amor pelas almas: Um pastor que não tem amor pelas almas, pelas pessoas, não pode ser um bom pastor.  É imprescindível amor por ganhar pessoas para Jesus, resgatar as que se desviaram do caminho de Cristo, levantar o caído, estar disposto a aconselhar as pessoas, mesmo que sua própria cabeça esteja cheia de problemas particulares.
Um modo ótimo de avaliar se uma pessoa tem amor pelas almas das pessoas, é ver se tal pessoa faz evangelismo, pois aquele irmãozinho que nunca aparece no evangelismo, ele não está nem aí para os que estão sem Jesus. 

7- Bom testemunho: A Bíblia nos orienta que todo cristão deve ter um bom testemunho, principalmente aos líderes da igreja, sendo assim é extremamente necessário avaliar o comportamento e bom procedimento da pessoa perante a igreja e sociedade antes de ungir alguém a pastor.

8- Saber guiar: Um pastor é o guia, o líder da igreja local, onde ele tem que saber guiar com amor, corrigir quando necessário, instruir, preparar as ovelhas, ser exemplo a ser seguido. 

9- Preparar seus liderados: Preparar as pessoas para orarem os membros, para pregar, para louvar, para serem obreiros, diáconos, presbíteros e até mesmo pastores. Pois ninguém pode fazer tudo sozinho, a igreja é uma equipe em prol do reino de Deus.

10- Se sentir o mínimo capacitado para a função: É bom a pessoa se sentir que está pronto pelo menos para começar a exercer a função, claro que pode vir uma certa insegurança por um cargo novo e tão importante, mas a experiência vem com o tempo e com ela uma maior auto confiança. 

Escrito pelo pastor Luis Roldan.

Nenhum comentário:

Postar um comentário