12 de agosto de 2014

POR QUE MUITOS DIZIMISTAS NÃO PROSPERAM?

A Bíblia tem promessas para aquele que é fiel nos dízimos, onde tais pessoas terão a providência divina sobre seus negócios, suas dispensas, além de promessas de não terem prejuízos materiais que consumam seus bens. 
Sendo assim, fica a pergunta do porque muitos não prosperam (logicamente estou falando de prosperidade de uma forma lícita e correta). Lembrando que prosperidade não é ficar rico, mas sim ter condições de pagar suas contas, ter uma alimentação digna, um lazer, um lugar para seus filhos estudarem. 
Vamos analisar as palavras de Jesus no evangelho segundo escreveu Mateus:
"Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, a justiça, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas." (Mateus 23:23)

Jesus estava recriminando os fariseus que se orgulhavam de serem dizimistas, mas tinham abandonado outras obras que junto com o dízimo formam os 4 pilares que sustentam sua prosperidade vinda de Deus. 
Os fariseus deixaram de lado a busca em viver uma vida justa, onde viviam na injustiça de um falso amor ao próximo. Era uma grupo que também tinha largado a misericórdia e se tornaram duros de coração, julgando aqueles que por algum motivo pareciam menos devotos a Deus. 
Mas o principal é que abandonaram a fé, podiam tentar expressá-la com atitudes e palavras, mas não vinha mais do coração, era uma fé insincera e fingida. 
"Hipócritas, bem profetizou Isaías a vosso respeito, dizendo:
Este povo se aproxima de mim com a sua boca e me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim.
Mas, em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos dos homens." (Mateus 15:7 ao 9)


Assim aprendemos que do dízimo é bíblico, mas se a justiça, a misericórdia e a fé não estiverem presentes, nada adiantará...assim como os 3 últimos fatores estando presente, mas faltando o dízimo, não será completo. 
É como uma receita de comida, se deixar faltar um dos ingredientes, não ficará como deveria. 
Então lembre-se desses 4 fatores que geram prosperidade vinda de Deus para sua vida: 
1- Dízimo
2- Justiça
3- Misericórdia
4- Fé

Escrito pelo pastor Luis Roldan.

13 comentários:

  1. Em primeiro lugar, o dízimo foi instituído exclusivamente para o povo de Israel no antigo testamento. Todo povo de Israel deveria trazer os dízimos à casa do tesouro para mantimento dos levitas. Os levitas e seus descendentes são os únicos autorizados pela bíblia a receber dízimos. (numeros 18:21, Hebreus 7:5, números 18:25) O seu pastor é da tribo de Levi? Claro que não. Portanto ele não pode receber nem cobrar dízimos. Aqui já poderia dar por encerrada a questão, mas vou adiante.

    Outro fato que não justifica tal cobrança de seu pastor é que o dízimo sempre foi de mantimentos, ou seja, o fruto das colheitas do campo (alimento) Em nenhum lugar da bíblia o dízimo se refere a dinheiro. Portanto cobrar 10% do dinheiro da pessoa é outro erro, que não tem base bíblica.

    Os pastores sempre usam apenas 3 versículos para fazer com que os fiéis sejam dizimistas, e esses versículos ficam em malaquias 3:8-10 onde está escrito "Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas. Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação. Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do **** e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes. "
    Mas eles omitem Malaquias 1:1 que diz: "Peso da palavra do SENHOR contra Israel, por intermédio de Malaquias" (início da pregação de malaquias).

    Como podemos ver acima, malaquias 3:10 é uma palavra de Deus direcionada ao povo de Israel, aqueles que estavam debaixo da lei do dízimo conforme vimos em malaquias 1:1. Observe acima que diz "toda essa nação" se referindo à nação de Israel, para quem a palavra de Deus por itermédio de Malaquias estava sendo entregue. Veja também que diz "para que haja mantimento em minha casa", se referindo a manutenção dos levitas que moravam na "tenda da congregação"

    Mais outro fato: O dízimo foi abolido por Jesus quando este morreu na ****. Ou seja o povo de Israel não precisa mais ser dizimista, pois a nova aliança trazida por Cristo anula a velha aliança do sacerdócio levítico. (Hebreus 7:14-28;8:6-7). A pregação sobre dízimos hoje em dia constitui pecado. Portanto o pastor que está cobrando dízimo o faz contra os ensinos bíblicos, portanto Deus cobrará dele por tais heresias.

    No novo testamento, a bíblia só fala de dízimos 3 vezes, a primeira quando Jesus repreende um farizeu, chamando-o de hipócrita, dizendo a ele que o que para Deus o que importa é a justiça, fé e misericórdia. (Mateus 23:23-24). A segunda vêz é quando Jesus diz que a oração do dizimista não seria atendida e que ele seria humilhado por sua arrogância (Lucas 18:9-14). A terceira e última vez que existe a palavra dízimo no novo testamento é quando Paulo alerta o povo para não se prenderei às práticas do velho testamento que foi abolido (Hebreus 7:14-28;8:6-7)

    Quanto ao sustento da obra a bíblia diz claramente "cada um dê segundo o que estiver proposto em seu coração" (II coríntios 9:7a). “Do Senhor é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam.” Salmos 24:1. A terra e tudo que tem nela são de Deus, Mas Deus nos entregou todas as coisas desse mundo para delas desfrutarmos com sabedoria, procurando cuidar e preservar ao invés de destruir, enganar e escravizar tudo em prol do dinheiro.

    Jesus disse para pregarmos seu amor à humanidade, mas o homem tem deixado Jesus de lado para pregar sobre o dinheiro nas igrejas, rejeitando, humilhando e desprezando os fiéis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. José Carlos, primeiro você comentou algo fora do foco do texto que escrevi.
      depois vem usar argumentos que parecem corretos, mas não são.
      primeiro que você dizer que malaquias 1:1 está dizendo que aquela mensagem é somente para o povo de Israel, parece querer dizer que o que entendeu, mas não é. pois todo o antigo testamento era voltado para o povo de Israel, já que vendo o AT de forma abrangente, o intuito de Deus era que o povo de Israel fosse modelo para outros povos buscarem e servirem a Deus. primeiro a Palavra ia pra Israel, para depois os israelitas levarem a palavra aos demais. Até Jesus no seu início de ministério disse que primeiro ele veio para os israelitas e depois para os demais.
      segundo, o dízimo, assim como o antigo testamento não foram abolidos por Jesus, sem o AT, não exite o novo, pois NT explica o AT e o At se cumpre no NT. sem a base de uma casa não se tem o resto, sem o AT não se tem o NT. O que foi abolido foram os rituais de culto do judaísmo, como a necessidade de um sumo sacerdote, já que este é Cristo, também os sacrifícios de animais, já que Cristo é o Cordeiro de Deus. além da separação do véu que não existe mais.
      fora isso nenhum lugar diz que o dízimo foi abolido na cruz.
      dízimos eram colocados na casa do tesouro que era um comodo atrás do templo, porém nas sinagogas existia o gazofilácio, que era utilizado prioritariamente para dízimos, mas de forma secundária para ofertas voluntárias.
      sobre os dízimos serem dados para o sustento dos levitas e sem em alimentos, você errou no fato de analisar o texto sem olhar o contexto histórico da época, já que o povo era muito agrícola, então eles doavam 10% do que tinham, que no caso era parte de suas plantações. Hoje ninguém recebe em arroz ou em uva. todos recebem seu salário em dinheiro, então se doa 10% do seu salário em dinheiro.
      outro fato é que você utilizou o texto que fala sobre contribuir de acordo com sua vontade, porém este texto fala de oferta e não de dízimo, não se pode utilizar um texto que fala de uma coisa para falar de outra. oferta entra em concordância com as ofertas voluntárias/pacíficas descritas em levíticos.
      os dízimos era utilizados no AT para sustento do templo e dos que lá trabalhavam. como doação de azeitonas e azeite para as lamparinas.
      O ministério de Jesus sempre foi financiado, vemos isso em Lucas 8, porém sem muitos detalhes. Hoje o ministério de Jesus continua em nós, a igreja sempre precisou ser mantida, assim como o templo e sinagogas eram mantidos com dízimos e ofertas, assim também é hoje, porém antes em israel tinha uma teocracia e o templo não pagava nada, hoje os templos pagam aluguel, hoje tem a luz elétrica que deve ser paga, tem a conta de água, tem cadeira para comprar pras pessoas sentarem, tem som, de produtos de limpeza, ventiladores e etc. isso tudo é mantido com dízimos e ofertas...
      porém dizimar ou não é com a pessoa, ninguém é obrigado, pois obedecer a Palavra é um ato de fé.
      agora você vem no final do seu comentário dizer que as igrejaS estão deixando Jesus de lado e humilhando as pessoas por causa do dinheiro, ou seja, generalizou, existem muitos líderes fiéis e corretos ai que foram colocados por você no mesmo patamar daqueles que erram.

      Excluir
    2. se é assim, mostre onde no Novo testamento há um ensinamento dirigido a igreja para ela dizimar, mostre também tal prática na igreja primitiva, pk procurei no livro de atos e não axei. esses argumentos que voce sitou mostra que lhe falta mais conhecimento meu amigo, por isso não vou refutar, vamos com calma, talvez se voce me apresentar bases biblicas que mostre um mandamento de dizimar para igreja, ou que mostra a igreja dizimando no nt, seje até coerente, mas cade? cade? pk até hoje já procurei e não achei. seu blog é muito bom, gosto muito dele, as coisas que vc posta aqui são tudo corretas e edificantes, mas esse negocio de dizimo na graça e pura enganação desse bando de pastor safado que quer receber salario... voce disse que hoje o dizimo serve para varias coisas, incluindo comprar cadeiras para as pessoa sentarem e ventiladores. mas será que as igrejas compram cadeiras e ventiladores todos os meses? porque todo mes dão dizimo.. isso é disculpinha querido, congrego numa igreja que falam que é pra comprar pao da escola dominical, po, varios dizimistas todos mes, e os pes são bem baratinhos, se acha que todo aquele dinheiro é usado nos pãos? claro que não! quem quiser ser trochaa que seje eu abri meus olhos chega de enricar esses lobos safados

      Excluir
    3. irmão, obrigado pelos seus elogios, agradeço de coração. mas tenho que lhe aconselhar de de uma coisa, se você acha que teu pastor ta desviando dinheiro, peça a ele a comprovação dos gastos e se ele tiver mesmo errando, procure uma igreja séria...
      igreja tem gastos com aluguel, contador, aguá, luz e mais coisas...
      sobre dízimo, me mostre onde ele foi abolido?
      o cristianismo não chegaria aqui até hoje sem dízimo, pois é o dízimo que sustenta a obra, oferta é muito pouco para tal....muitos lugares tiveram um lugar de portas abertas para o povo congregar porque se tinha o dízimo, se não, não teriam tal acesso.
      assim como existia graça na dispensação que predominava a Lei, assim também existe Lei na dispensação da predominância da graça.
      o que foi abolido foram rituais judaicos.
      vendo a Palavra de Deus, vamos reparar, que quando Ele não quer que se faça algo, Ele logo diz "não faça tal". Nenhum lugar se diz para não dizimar.
      A Palavra de Deus no AT mostra que o que lá está escrito é pra ser seguido por todos que servem o Deus de Israel, e qual Deus servimos se não o de Israel ?!

      Excluir
    4. amigo, não sou contra as pessoas darem todo mês dez por cento do recebem desde que seje para ajudar a obra do senhor, isso é correto, mas só não vejo base na palavra para chamar isso do dizimo de malaquias 3. israel e a igreja são dois povos diferentes e nunca você vai ver uma passagem de dizimo dirigida aos gentios, mas sempre aos judeus, dizimo sempre foi para o povo de israel e se ele não foi abolido continua sendo para israel e não para a igreja, não sei se você é pré tribulacionista, corrento está que cre que há distinção entre israel e a igreja, mas é isso que vejo na palavra de deus, e se o dizimo sempre foi para israel continua sendo pra eles se não foi abolido, seria para igreja se houvesse uma recomendação para ela dizimar, mas não existe pk será? pk as epistolas que trazem ensinamentos e doutrinas na igreja não falam do dizimo, como defino nos dias atuais ? pk nem o livro de atos que mostra como era a igreja primitiva fala dessa pratica? lembrando q não sou contra, só acho errado usar a palavra de Deus para justificar tal coisa. abraços!

      Excluir
    5. agora se israel e a igreja fossem hoje um só povo, (como só será após a grande tribulação (onde israel será salvo), na segunda vinda de Jesus), aí sim a igreja teria que ser dizimista, porque seria o mesmo povo e o dizimo não teria sido abolido, aí nem precisava de versiculos biblicos no nt para provar, pois já seria claro di mais, porem não é isso q vemos na palavra, israel e igreja são dois povos, só serão um povo no milenio a diante.

      Excluir
    6. mas então, eu andei estudando um pouco mais sobre essa questão e conclui que:

      havia 3 tipos de dízimos no AT: dízimo para:

      - Pobres e viuvas;
      - Festas Judaicas;
      - Levitas no Templo;

      Se você for levar ao pé da letra, terá que dar mais de 20% de dízimo.

      Outra coisa, o mandamento do dízimo era ordenado ao povo judeu étnico,

      Malaquias não pode ser usado para a igreja hoje pois, está escrito: "Agora, ó sacerdotes, este mandamento é para vós." (Malaquias 2:1). Quem hoje é sacerdote como eles?

      Outra coisa: "Trazei todos os dízimos à casa do tesouro"

      Casa do tesouro era o Templo de Salomão. Ele foi destruído no ano de 70 d.C. Não existe mais templo de Salomão. E não adianta chamar a sua igreja de templo que não é.

      "para que haja mantimento na minha casa"

      MANTIMENTO eram alimentos, não dinheiro.

      E era destinado aos levitas que serviam no Templo, E por que? Porque quando houve a divisão de terras, os levitas não herdaram nenhum pedaço de terra, por isso precisavam ser sustentados pelo povo. Há hoje descendentes da tribo de Levi que trabalham no Templo? Não!

      Mateus 23:23 não pode ser usado como mandamento, pois Jesus ainda estava cumprindo as leis do AT, isto foi antes da morte dele, antes de ele dizer "está consumado". Se for assim, os leprosos de hoje em dia terão que se apresentar aos sacerdotes quando ficarem limpos, pois Jesus também ordenou isto antes de sua morte.

      E por último: não há NENHUM mandamento nas cartas doutrinárias de Paulo sobre o dízimo, apenas ofertas voluntárias.

      Resumindo, penso que se alguém quer dar 10% de sua renda, não há mau nenhum nisso, se ela faz de coração e voluntariamente, e sem fazer por barganhas com Deus. Porém, IMPOR isto ao outro passa a ser legalismo, que é condenado pelas Escrituras.

      Eu não sou dizimista, mas não condeno quem é, desde que seja com motivações corretas!

      Acho q o irmão deve ter ficado com raiva de mim, me perdooe aí por qualquer coisa, só queria expressar a opinião da verdade sobre essa questão, para q o povo para de ser enganado. Abs!

      Excluir
    7. "Fui moço e agora sou velho; mas nunca vi Jesus abolindo o dizimo, nem ordenando que ele não fosse praticado."
      (Sarmos 37.29)

      Excluir
  2. amados, o velho e novo testamento se encaixam um no outro, no velho vemos Deus ordenando a guarda do sábado, se no novo não houvesse abolição da prática deveríamos pratica-la, pois a Biblia é pra todos, da mesma forma que no velho testamento Deus ensina que não se deve matar e nem roubar, no novo não vemos isto sendo abolido, ou seja, devemos continuar seguindo.... assim é com o dizimo, o velho testamento ensina que se deve pratica-lo, no novo ele não foi abolido, ou seja, devemos continuar dando o dizimo.

    Aqueles que não dão o dizimo argumentam que ele é coisa do velho testamento (lei), e portanto, não serve para nós. este argumento é inválido, uma vez que os dez mandamentos também são dela, apenas um foi abolido por Cristo, que foi o sábado, mas o resto todos cumprem. Porque então cumprem se é coisa da lei? Isso mostra que só pelo fato de dizimo ser do velho testamento, não significa que ele não deve ser dado nos dias atuais. O próprio Cristo ensinou que não veio abolir o velho testamento, e qualquer um que não cumprir um dos mandamentos que está nele será chamado de menor por aqueles que estiverem no céu (MT 5.17-19). O dizimo é de lá e também é mandamento, logo o Senhor estava ensinando que devemos cumpri-lo. É claro que não devemos fazer tudo que está no velho testamento, pois algumas coisas foram abolidas, como exemplo, os rituais judaicos, estes não são mais necessários, só que em nenhum momento está escrito que Jesus aboliu o dízimo, nem nos evangelhos, nem nas cartas, até vemos ele abolindo o sábado, mas nunca fazendo isto com o dizimo. Na verdade, a única vez que ele falou sobre dizimo claramente foi dizendo que ele devia ser praticado (MT 23.23). Vemos que este argumento é sem base, dizimo está no velho testamento, mas deve ser cumprido até nos dias de hoje, pois a Biblia é para todos, não tem essa que velho testamento é só para os israelitas, uma vez que lá está escrito que o que está lá é para ser seguido por todos que servem o Deus de Israel. Aí eu pergunto, a igreja não serve ao Deus de Israel?

    ResponderExcluir
  3. Sou dizimista mas concordo com o jorge carlos, que trouxe os argumentos biblicos corretos, dizimo sempre foi parte da antiga aliança, e na antiga aliança era mais de 10% cento e o dizimo era pros orfãos, viuvas e estrangeiros e o sustento do templo e da familia levitica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sinto informar que não...dizimo não está restrito a isso, em hebreus 7 vamos vê a tipologia entre melquisedeque e Jesus...no versículo 8 vai dizer que o dízimo era dados aos levitas/sacerdotes mortais, porém agora é a Aquele que vive, ou seja, Jesus. e o versículo 23 deixa isso mais claro ainda...
      mas pra esclarecer mais, veja este texto:
      http://hora-de-semear.blogspot.com.br/2015/12/o-dizimo-era-valido-somente-no-antigo.html

      Excluir
  4. gente vou fazer um resumo ( e isso vos sera por estatuto perpetuo)

    ResponderExcluir
  5. Em Mateus 5:17 Diz: Não pênseis que vim destruir a Lei ou os Profetas; mas para cumpri-los.

    ResponderExcluir