1 de outubro de 2012

DA ANGÚSTIA A BENÇÃO

"Verdadeiramente bom é Deus para com Israel, para com os limpos de coração.
Quanto a mim, os meus pés quase que se desviaram; pouco faltou para que escorregassem os meus passos.
Pois eu tinha inveja dos néscios, quando via a prosperidade dos ímpios." (Salmos 73:1 ao 3)

"Até que entrei no santuário de Deus; então entendi eu o fim deles.
Certamente tu os puseste em lugares escorregadios; tu os lanças em destruição." (Salmos 73:17 e 18)
"Todavia estou de contínuo contigo; tu me sustentaste pela minha mão direita.
Guiar-me-ás com o teu conselho, e depois me receberás na glória.
Quem tenho eu no céu senão a ti? e na terra não há quem eu deseje além de ti.
A minha carne e o meu coração desfalecem; mas Deus é a fortaleza do meu coração, e a minha porção para sempre." (Salmos 73:23 ao 26)

Este salmos 73 foi escrito por Asafe. Ele era um levita, talvez o mais mais conhecido levita da Bíblia e escritor de mais de 10 salmos. 
Asafe provavelmente escreveu este depois de um culto a Deus, já que ele começa com Asafe reconhecendo a bondade de Deus, talvez ele tenha visto Deus operar grande no meio do templo. Mas depois Asafe que era levita, caminhando para sua casa deve ter se deparado com a realidade daqueles que não temem a Deus e acabam se metendo em coisas erradas para terem fatura financeira, enquanto ele, sendo levita e se dedicando totalmente a casa de Deus, não tinha salário e vivia das ofertas e doações do povo. 
Claro que nem todos que tem boa condição financeira é por que se meteram com alguma coisa errada, estudaram, trabalharam e assim prosperaram. Mas no caso ali, Asafe se deparou com aqueles corruptos e impiedosos. 
Isto já deve ter acontecido com você que ler este texto, muitas vezes angustiado por algo da sua vida não esta do jeito que você gostaria, e isto vêm tirando sua paz, seu animo e até mesmo sendo fator para você se desanimar com Deus e se desviar dos caminhos de Cristo. Porém veja acima os versículos 17 e 18, aonde Asafe entra no santuário de Deus e atenta para o fim dos ímpios, ou seja, ele entrou na presença do Senhor e viu que o vim dos ímpios será segundo as suas obras, suas más obras, por fazerem maldade, não ajudarem o próximo,  se meterem em falcatruas e etc. 
Nos versículos 23 ao 26, Asafe reconheceu que ele está sempre com Deus e Ele o sustenta, pegando em sua mão e fazendo com que ele Asafe continue caminhando e perseverando, ele reconheceu que Deus pelos seus preceitos divinos, o guia, e no fim Deus o receberá na glória, ou seja, no céu. 
Asafe viu que não não há outro no céu com quem ele posa contar e outra que possa salvá-lo, e que não há outro que ele deseje além de Deus. 
Asafe viu que mesmo que seu coração desfaleça diante das adversidades da vida, Deus é seu refúgio e fortaleza, aquele ao qual lhe dar forças para continuar buscando a vitória. 
Depois de Asafe ter suas forças renovadas por Deus, anos mais tarde ele foi instrumento de Deus para um grande acontecimento, quando o rei Salomão edificou o templo, Asafe foi encarregado como líder dos levitas para preparar o hino que seria entoado naquele culto de adoração a Deus na inauguração do templo. 
"E os levitas, que eram cantores, todos eles, de Asafe, de Hemã, de Jedutum, de seus filhos e de seus irmãos, vestidos de linho fino, com címbalos, com saltérios e com harpas, estavam em pé para o oriente do altar; e com eles até cento e vinte sacerdotes, que tocavam as trombetas).
E aconteceu que, quando eles uniformemente tocavam as trombetas, e cantavam, para fazerem ouvir uma só voz, bendizendo e louvando ao SENHOR; e levantando eles a voz com trombetas, címbalos, e outros instrumentos musicais, e louvando ao SENHOR, dizendo: Porque ele é bom, porque a sua benignidade dura para sempre, então a casa se encheu de uma nuvem, a saber, a casa do SENHOR;
E os sacerdotes não podiam permanecer em pé, para ministrar, por causa da nuvem; porque a glória do SENHOR encheu a casa de Deus." (2ª Crônicas 5:12 ao 14)

A glória de Deus foi tanta, a presença de Deus encheu tão grandemente o templo e as pessoas que ali estavam, e como os sacerdotes não se sentavam enquanto ministravam, e não conseguiam ficar de pé de tão forte era a presença de Deus, logo, eles caíram porque a presença de Deus os inundou e foi forte demais para seus corpos suportar tamanha presença do Deus altíssimo. 
Veja a transformação na vida de Asafe, ele estava angustiado, e reconheceu como o caminho do Senhor é o único bom caminho, e foi peça fundamental para aquele mover tremendo de Deus, e Deus marcou o nome de Asafe na história, para todo o sempre leremos sobre ele.
Faça isso a cada dia meu irmão, reconheça a cada dia a necessidade de andar nos caminhos de Deus, e de fazer segundo seus preceitos, Ele ti sustentará e ti guiará, renovará suas forças e você viverá uma grande benção em sua vida, isto em todas as áreas de sua vida.
Profetizo o seu firmamento com Deus e a vitória em nome de Jesus.

Escrito por Luis Roldan.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário